31 Mai, 2021

Animais de estimação contribuem para o crescimento saudável das crianças

Apesar dos cuidados necessários a ter com os animais de companhia, estes influenciam positivamente o desenvolvimento das crianças.

Segundo o Center for Disease Control and Prevention (CDC), ter um animal de estimação contribui significativamente para o crescimento saudável das crianças, especificamente ao nível da sua autoestima, empatia, compaixão e desenvolvimento do sentido de responsabilidade.

De acordo com o centro, as crianças com animais em casa apresentam uma redução dos seus níveis de ansiedade e stress, bem como registam uma maior capacidade para interagirem socialmente. Ainda, o seu espírito de descoberta é estimulado e são mais curiosas para aprenderem sobre a Natureza e os vários seres vivos.

Do mesmo modo, ter um animal de companhia também permite a promoção de atividade física e a aprendizagem sobre vários momentos da vida, sendo que o sentido de responsabilidade é desenvolvido em grande parte pelos cuidados necessários relativos à higiene dos seus companheiros.

É neste sentido que o médico veterinário, Octávio Carraça Pereira, ressalta a necessidade se manter uma rotina de desparasitação especialmente nos animais que convivem com crianças com menos de cinco anos, uma vez que estas apresentam uma maior probabilidade de serem contaminadas com formas infeciosas presentes no ambiente.

Este confirmou que “a desparasitação faz parte da tutoria responsável de qual animal de estimação”. Assim, “a par da vacinação, alimentação saudável, socialização e treino”, é necessário que os animais de companhia sejam desparasitados pelo menos quatro vezes por ano, especialmente se tiverem acesso ao exterior.

Uma vez que, durante uma ida ao exterior, é possível serem transportados parasitas e ovos de pulga, por exemplo, é importante reforçar a necessidade de os animais serem avaliados adequadamente em consulta de medicina veterinária, para que a sua rotina de prevenção de transmissão de doenças seja assegurada.

ler mais

RECENTES

ler mais