“O protocolo envolve um investimento na ordem dos 1,8 milhões de euros para equipamentos e obras, cuja implementação deverá estar concluída nos primeiros meses de 2020”, lê-se num comunicado enviado hoje pelo CHUSJ.

O protocolo entre o hospital de São João e a empresa celebrado hoje tem o objetivo de “equipar os serviços de Cardiologia e Radiologia de Intervenção com soluções inovadoras de equipamento médico”, refere o mesmo comunicado.

Segundo o Hospital de São João, o Serviço de Radiologia de Intervenção duplicará a capacidade existente, utilizado para radiologia, cirurgia vascular e neurorradiologia e passará a ser “possível dar uma resposta mais eficiente aos exames requeridos e inúmeras urgências, aumentando a capacidade de produção e a acessibilidade”.

“Esta parceria permitirá que o Serviço de Cardiologia – Centro de Referência de Intervenção em Cardiopatia Estrutural – substitua totalmente uma das salas de hemodinâmica”, acrescenta o comunicado.

O novo equipamento vai permitir a “integração em tempo real da imagem e cocardiográfica e radiológica” e a “nova sala de hemodinâmica permitirá otimizar a qualidade dos exames e a segurança dos procedimentos”.

SO/LUSA

ler mais