20 Mai, 2022

XIII Congresso da FPP: “É preciso arregaçar as mangas e criar soluções” para os desafios na área respiratória

A Fundação Portuguesa do Pulmão organiza a 13.ª edição do congresso anual, que reúne especialistas na área da Pneumologia em torno dos temas cruciais da especialidade.

Tem lugar nos dias 2 e 3 de junho, na Secção Regional Norte da Ordem dos Médicos, o XIII Congresso da Fundação Portuguesa do Pulmão (FPP), com o objetivo de debater temáticas de relevo do foro das doenças respiratórias.

Especialistas de Pneumologia debatem, ao longo de dois dias de congresso, temas como a doença respiratória, o cancro do pulmão, a doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC) ou espirometria.

Nas palavras do pneumologista e presidente da FPP, José Alves, “o congresso reflete muito os objetivos da FPP”.

“Se quisermos resumir, o que se pretende com este congresso é abordar aquilo que consideramos importante em termos patologias respiratórias. A FPP fez, durante algum tempo, aquilo que fazem muitas outras instituições, que é apontar as falhas existentes, mas, a partir de um determinado momento é preciso arregaçar as mangas e criar soluções”, afirma o presidente da FPP.

Segundo a organização, este congresso é destinado a todos os profissionais da área da saúde que têm um papel assinalado na prestação de serviços, desde médicos, enfermeiros, cardiopneumologistas, fisioterapeutas e fisiatras.

“Os enfermeiros, na reabilitação respiratória os fisioterapeutas, nas espirometrias os cardiopneumologistas, e é da coordenação dos esforços de todas estas classes que sai, eventualmente, uma diminuição do número de mortes por doenças respiratórias evitáveis”, esclarece José Alves.

Quando questionado sobre a importância da redução da mortalidade, o pneumologista esclarece: “Esta é uma pergunta que surge sempre: se as mortes são evitáveis, porque é que não se evitam? Porque só são evitáveis se as pessoas quiserem e, se as pessoas tiverem o conhecimento sobre elas e as valorizarem”.

Na edição de 2021, o congresso da FPP contou com mais de 200 especialistas inscritos, aguardando a FPP que o cenário se repita este ano.

Pode aceder ao programa científico do evento aqui.

SO

ler mais

RECENTES

ler mais