12 Out, 2016

Universidade de Aveiro atribui Honoris Causa a Antonio Campos Muñoz

A distinção pretende homenagear a extensa atividade científica, académica e de gestão do médico, que contribuiu de modo significativo para o desenvolvimento das ciências em diversos pontos do globo

A Universidade de Aveiro (UA) vai atribuir, em cerimónia agendada para hoje, o título de Doutor Honoris Causa ao médico espanhol Antonio Campos Muñoz, pelo seu contributo “significativo para o desenvolvimento das ciências médicas”, informou a UA em comunicado.

A atribuição do título de Doutor Honoris Causa em Ciências Médicas ao professor catedrático da Universidade de Granada (Espanha) e dirigente do Grupo de Engenharia dos Tecidos da mesma Universidade, foi proposto pelo Departamento de Ciências Médicas como forma de homenagear a extensa atividade científica, académica e de gestão de um médico que contribuiu de modo significativo para o desenvolvimento das ciências médicas na União Europeia, Espanha, Portugal, América Central e do Sul. A sua investigação científica engloba a engenharia de tecidos, visando a produção de órgãos artificiais, incluindo córnea, pele, cartilagem, mucosa oral, entre outros. Impulsionou a engenharia de tecidos em Espanha e promoveu o primeiro programa doutoral nessa área e a sua incorporação em estudos médicos.

A concessão do grau de Doutor Honoris Causa tem um elevado significado na vida académica da Universidade de Aveiro e constitui o público reconhecimento do mérito das personalidades distinguidas. Antonio Campos Muñoz é, sem dúvida, um justo merecedor de tal distinção, dada a sua reconhecida e premiada excelência tanto no campo do ensino como no da investigação em saúde. É um professor extraordinário e um humanista, médico e cientista de referência.

ler mais

RECENTES

ler mais