[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_post_title admin_label=”Título” title=”on” meta=”off” author=”on” date=”off” categories=”off” […]

Ultrapassar uma situação de infidelidade exige comprometimento mútuo

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_post_title admin_label=”Título” title=”on” meta=”off” author=”on” date=”off” categories=”off” comments=”off” featured_image=”off” featured_placement=”above” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”center” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” title_all_caps=”off” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_css_post_image=”float: left;|| width: 180px;|| height:190px;|| object-fit: cover;|| margin-top: 30px;|| margin-right: 30px;|| margin-bottom: 10px;|| margin-left: 0;|| max-width: 180px;|| border: 3px solid #999999;|| border-radius: 150px;|| -webkit-filter: grayscale(100%);|| filter: grayscale(100%);” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)”] [/et_pb_post_title][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”Row” make_fullwidth=”off” use_custom_width=”off” width_unit=”on” use_custom_gutter=”off” padding_mobile=”off” allow_player_pause=”off” parallax=”off” parallax_method=”off” make_equal=”off” parallax_1=”off” parallax_method_1=”off” parallax_2=”off” parallax_method_2=”off” column_padding_mobile=”on” custom_css_main_1=”position: relative;||”][et_pb_column type=”1_4″][et_pb_team_member admin_label=”Dados do Médico” name=”Pedro Batista” position=”Psicólogo” image_url=”https://saudeonline.pt/wp-content/uploads/2017/10/Pedro-Batista.jpg” animation=”off” background_layout=”light” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” module_class=”ds-thumbnail-blog-red” header_font=”|on|||” header_font_size=”16″ custom_css_member_image=”-webkit-clip-path: circle(50% at 50% 50%);||clip-path: circle(50% at 50% 50%);||”]

Unidade Psiquiátrica Privada de Coimbra

[/et_pb_team_member][/et_pb_column][et_pb_column type=”3_4″][et_pb_text admin_label=”Corpo do texto” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

Uma situação de infidelidade tem um impacto negativo mesmo nos relacionamentos mais fortes e a descoberta inicial de um caso geralmente desencadeia emoções negativas e intensas em ambos os parceiros, tais como raiva, vergonha, culpa ou remorso.

Algumas das razões comuns para a infidelidade incluem a falta de atenção para com o outro; as dificuldades de comunicação associadas a necessidades emocionais e do próprio relacionamento; a falta de intimidade, perdas ao nível do afeto e nos cuidados dados ao parceiro; a insegurança e baixa autoestima e o desenvolvimento progressivo de problemas na relação e sem resolução prévia. As dependências do jogo, sexo, álcool ou drogas e os problemas de saúde mental tais como Ansiedade, Depressão ou Perturbação Bipolar são também fatores que podem contribuir para a infidelidade.

Após ter conhecimento de um caso de infidelidade, para algumas pessoas, o afastamento e/ou separação poderá constituir a única solução. Para outros, com o apoio da família, amigos e/ou de um bom terapeuta, é possível ultrapassar uma situação de infidelidade, emergindo, em alguns casos, uma reconstrução e um fortalecimento do relacionamento.

Algumas ações/atitudes poderão potenciar uma resolução responsável e um desfecho positivo de uma situação de infidelidade:

* Ser responsável e assumir os atos praticados.
* Dar espaço mútuo. A descoberta de um caso é sempre intensa, sendo necessário, nesta fase, evitar discussões emocionalmente intensas;
* Evitar tomar decisões precipitadas e em momentos de forte destabilização emocional. Antes de tomar decisões ou de fazer escolhas, tomar o tempo necessário para entender o que conduziu a esta situação.
* Procurar apoio, considerando a possibilidade de recorrer a um terapeuta. O apoio de familiares e de amigos será benéfico, devendo, no entanto, evitar situações de julgamento ou de crítica.
* Não ter pressa. Mesmo que exista uma forte necessidade de compreender a situação ou um profundo desejo de reconciliação, será fundamental cumprir o tempo necessário que permita restaurar a confiança e atingir uma eventual reconciliação.

Apesar de todo o sofrimento e dor que possam estar presentes após uma situação de infidelidade, apenas o empenho e comprometimento mútuo poderão proporcionar uma vivência relacional mais positiva, que continuará a crescer e provavelmente excederá as expectativas anteriores.

A Unidade Psiquiátrica Privada de Coimbra tem por missão contribuir para o bem-estar da população através da oferta de cuidados de saúde, de atividades de formação e de investigação, na área da psiquiatria e saúde mental, de acordo com padrões de referência internacionais. Para mais informações consulte: http://uppc.pt/

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]
ler mais

RECENTES

ler mais