9 Out, 2017

Trabalhadores da saúde marcam vigília no Ministério por “respeito e direitos”

Na quinta-feira, os trabalhadores da saúde vão estar à porta do Ministério da Saúde, em Lisboa, numa vigília para reclamar a criação de carreiras, 35 horas semanais e acordo coletivo de trabalho.

“Respeito e direitos” é o mote da concentração marcada pela Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais, que deverá decorrer entre as 16:00 e as 22:00 de dia 12, quinta-feira. Se não obtiverem resposta do Governo, admitem “uma expressão superior” de protesto.

Estes profissionais exigem a criação da carreira para técnicos auxiliares de saúde, a aplicação das 35 horas semanais de trabalho a toda a classe e reclamam o sucessivamente adiado acordo coletivo de trabalho para os hospitais. Os trabalhadores pretendem ainda repor as percentagens de pagamento das horas de qualidade nos serviços de Saúde.

LUSA/SO/SF

Gedeon Richter

 

ler mais

RECENTES

ler mais