Três anti-histamínicos mostram eficácia a inibir SARS-CoV-2

O uso da hidroxizina, da difenidramina e da azelastina está associado a “uma probabilidade reduzida de dar positivo no teste ao SARS-CoV-2”, segundo um estudo.