14 Jul, 2017

SRNOM está satisfeita com a candidatura do Porto a sede da Agência Europeia do Medicamento

O presidente da secção regional do Norte da Ordem dos Médicos, António Araújo, afirmou hoje estar "muito satisfeito" com a decisão do Governo de candidatar o Porto para a sede da EMA

“Estou muito satisfeito com a decisão e também com o facto de o Governo ter voltado atrás numa decisão que parecia definitiva quando apenas havia candidatado Lisboa”, afirmou António Araújo.

O Conselho de Ministros decidiu ontem que o Porto é a cidade portuguesa que “apresenta melhores condições” para acolher a sede da EMA (na sigla em inglês), rejeitando assim candidatar a cidade de Lisboa para acolher a sede da EMA, anunciou a ministra da Presidência, Maria Manuel Leitão Marques.

Reiterando a certeza de que o Porto “tem todas condições para acolher a Agência Europeia”, António Araújo fez votos de que Portugal “apresente uma candidatura forte”, bem como “seja feito todo o trabalho de bastidores ao nível de embaixadas e das relações externas europeias” para que possa ser “uma candidatura vencedora”.

Admitindo que a “concorrência é forte”, o presidente da secção regional do Norte vê nas candidaturas estrangeiras “muitos argumentos que poderão fazer com que sejam escolhidas” para albergar a sede da EMA.

“Há que trabalhar para dar força a esta candidatura”, aconselhou. Para António Araújo, se esta for uma candidatura vencedora, “será uma mais-valia real e sentida para a população, não só da Área Metropolitana do Porto, como do Norte em geral”.

“A potencial vinda desta agência europeia vai trazer não só um número muito elevado de estrangeiros para cidade como vai obrigar a que se desenvolvam áreas de serviços e de apoios que trarão, de certeza, mais-valias em termos económicos e financeiros para a região”, disse.

LUSA/SO/SF

 

 

ler mais

RECENTES

ler mais