17 Mai, 2017

Sol e desporto… para não ter cancro da pele e não envelhecer

De um modo geral os praticantes desportivos também se expõem à radiação solar. Nesta importa considerar a radiação ultravioleta (A e B), causadora de agressão cutânea que conduz ao desenvolvimento do cancro cutâneo, e a radiação infravermelha. A acção térmica desta poderá originar queimadura cutânea e aquecimento corporal, o qual deverá ser neutralizado no sentido de prevenir a hipertermia. Por isso, é importante que hajam alguns cuidados

Associação Portuguesa de Cancro Cutâneo

Sempre que possível escolher horas em que a nossa sombra é maior que nós próprio. Idealmente no início ou final do dia. Um factor também muito importante é o maior cuidado nos dias em que os UV estão elevados (www.ipma.pt).

A intensidade dos UV aumenta com a altitude. Nos dias de vento e nevoeiro o sol é matreiro, queima sem darmos conta, por isso:

  • Use sempre Chapéu (de preferência de abas largas), óculos escuros, vestuário adequado (UPF50 +) que proteja o decote, braços, antebraços e pernas. Se o tecido não for poroso a cor é indiferente, para tecidos porosos as cores escuras protegem mais dos UV. Na pele exposta utilize um protetor solar, de textura adequada ao seu tipo de pele, de índice de proteção solar elevado (SPF≥30) e antes de sair de casa.

Quanto mais fluído for o protetor mais vezes tem que renovar. Renove se molhou ou transpirou. Sempre que possível procure uma sombra. Beba bastante água.

  • As pessoas de pele clara, olho claro, sardentos, que queimam facilmente e têm dificuldade em ficar morenos, necessitam de cuidados redobrados. No entanto, o ser moreno e não ficar vermelho não é sinónimo de estar seguro.
  • Proteja-se adequadamente se possui manchas (melasma) se tem alergias ao sol ou se toma medicamentos fotossensibilizantes.
  • A pele memoriza as agressões pelo Sol ao longo da vida. O excesso de exposição ao Sol e sobretudo as vermelhidões ou queimaduras solares são fator de risco significativo para vir a ter mais queratoses actínicas, carcinoma basocelular, carcinoma espinocelular e melanoma, para além de envelhecer precocemente a sua pele.
  • Se tem deficiência de vitamina D a maneira mais segura e eficaz é efetuar um suplemento na dose aconselhada pelo seu médico.

Logo_apcc

ler mais

RECENTES

ler mais