6 Jun, 2017

Seminário Internacional Migração e Saúde

No próximo dia 8 de junho será realizado o seminário "Migrações e Saúde", na Fundação Calouste Gulbenkian. Entender o que sabemos hoje, quais as lacunas na compreensão do problema e quais as perspetivas futuras são alguns dos objetivos do encontro

Nas últimas décadas, os países Europeus têm-se confrontado com um aumento dos fluxos migratórios, tornando a migração um fenómeno comum e em sociedades cada vez mais diversificadas. A migração constitui hoje uma prioridade na agenda internacional.

No contexto do processo migratório, as populações migrantes e refugiadas confrontam-se, no país de acolhimento, com um novo contexto social, cultural e linguístico. Por outro lado, a atual complexidade deste processo decorre, também, de uma população migrante heterogénea, com diferentes características e necessidades em saúde.

A migração coloca importantes desafios para a saúde pública, relativamente aos determinantes sociais de saúde, planeamento e implementação de políticas de saúde efetivas e adaptação dos sistemas de saúde, incluindo a resposta a disparidades nas necessidades de saúde, bem como a capacidade dos profissionais de saúde para lidar com a diversidade cultural. Todos estes aspetos devem ser considerados em sociedades que procuram a integração efetiva de migrantes e a qualidade e equidade nos cuidados de saúde para alcançar o bem-estar de toda a população.

Por isso, será realizado este seminário que prima por encontrar respostas para a questão da migração e o seu impacto na saúde, que aumentou significativamente nos últimos anos. Assim, o programa científico do evento conta com várias temáticas, entre elas:

As “Políticas de migração e saúde – perspetiva nacional”; “Políticas de migração e saúde – perspetiva internacional”; “Migrantes e Saúde: estado da arte” e “Migrações e Saúde: políticas e ações atuais e futuras”.

Organizado pelo Instituto de Higiene e Medicina Tropical da Universidade Nova de Lisboa, a NOVA Saúde, a Fundação Calouste Gulbenkian e o Instituto Norueguês de Saúde Pública, o seminário tem como objetivo  refletir sobre o conhecimento atual desta temática, discutir lacunas na compreensão do problema e analisar como coletivamente prosseguir de forma a atingir o objetivo último de melhorar a saúde e o bem-estar das populações migrantes/refugiadas e da sociedade em geral.

Veja aqui o programa.

IHMT/SO/CS

ler mais

RECENTES

ler mais