28 Nov, 2018

Secretário de Estado diz que Saúde tem muito trabalho para recuperar da “tempestade” da troika

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Francisco Ramos, reconhece que “há muito trabalho (a fazer) para recuperar da tempestade” que se abateu no sistema de saúde com a intervenção da ‘troika’.

“No sistema de saúde caiu-nos uma tempestade em cima. É uma ilusão pensar que a ‘troika’ se foi embora e tudo passou. Há muito trabalho a recuperar dessa tempestade”, afirmou Francisco Ramos no seu discurso na cerimónia de entrega de prémios “Top 5” promovida pela consultora multinacional IASIST, que decorreu esta terça-feira

O secretário de Estado, que está há pouco mais de um mês em funções, estimou que 2019 “seja o primeiro ano dessa recuperação” e entende que o diz com “os pés bem assentes na terra”, afirmando que o “pior” que se pode fazer é “criar falsas expectativas”.

“Se fomos capazes de resistir a essa tempestade, vamos ter de ser capazes de reconstruir o que for necessário, de reerguer os nossos serviços e de os adaptarmos às novas exigências”, considerou Francisco Ramos, dizendo estar consciente de que em vários casos se entra nessa recuperação de modo combalido.

LUSA

ler mais

RECENTES

ler mais