[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_post_title admin_label=”Título” title=”on” meta=”off” author=”on” date=”off” categories=”off” […]

Saúde Oral e Alimentação Saudável

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_post_title admin_label=”Título” title=”on” meta=”off” author=”on” date=”off” categories=”off” comments=”off” featured_image=”off” featured_placement=”above” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”center” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” title_all_caps=”off” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_css_post_image=”float: left;|| width: 180px;|| height:190px;|| object-fit: cover;|| margin-top: 30px;|| margin-right: 30px;|| margin-bottom: 10px;|| margin-left: 0;|| max-width: 180px;|| border: 3px solid #999999;|| border-radius: 150px;|| -webkit-filter: grayscale(100%);|| filter: grayscale(100%);” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)”] [/et_pb_post_title][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”Row” make_fullwidth=”off” use_custom_width=”off” width_unit=”on” use_custom_gutter=”off” padding_mobile=”off” allow_player_pause=”off” parallax=”off” parallax_method=”off” make_equal=”off” parallax_1=”off” parallax_method_1=”off” parallax_2=”off” parallax_method_2=”off” column_padding_mobile=”on” custom_css_main_1=”position: relative;||”][et_pb_column type=”1_4″][et_pb_team_member admin_label=”Dados do Médico” name=”Artur Miguel Quaresma Pereira Miler” position=”Médico Dentista” image_url=”https://saudeonline.pt/wp-content/uploads/2017/10/Artur-Miler.jpg” animation=”off” background_layout=”light” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” module_class=”ds-thumbnail-blog-red” header_font=”|on|||” header_font_size=”16″ custom_css_member_image=”-webkit-clip-path: circle(50% at 50% 50%);||clip-path: circle(50% at 50% 50%);||”]

Centro de Saúde de Montemor-o-Novo

[/et_pb_team_member][/et_pb_column][et_pb_column type=”3_4″][et_pb_text admin_label=”Corpo do texto” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

No passado dia 29 de Julho, o Ministério da Saúde, em parceria com a Junta de Freguesia de Alvalade presidida pelo médico dentista André Moz Caldas, apresentou no Mercado de Alvalade em Lisboa a estratégia integrada do Governo para promover alimentação saudável.

Nesse evento foi também apresentado o relatório de 2016 do Programa Nacional de Promoção de alimentação saudável, onde nele se encontra compilado uma série de estudos e dados sobre o estado alimentar e nutricional dos portugueses que foram sendo publicados ao longo do último ano. As conclusões reveladas nesse documento indicam claramente que os portugueses têm hábitos alimentares inadequados e que mais de metade da população sofre de obesidade e pré obesidade. Ainda que o panorama global seja negativo, o cenário é mais dramático quando se olha para as populações mais pobres ou para grupos com menor escolaridade. Nestes grupos, as pessoas tendem a comer pior e a apresentar piores indicadores de saúde.

Os Médicos Dentistas têm um papel muito importante a desempenhar de forma a podermos reverter os números agora conhecidos. Nas conclusões de um estudo realizado por investigadores da Martin Luther University Halle-Wittenberg e da Biotechnology Research and Information Network, na Alemanha, que envolveu a análise de dados de 168 países em relação à prevalência de cáries dentárias, periodontite e perda dentária em 2010, os dados mostram uma clara correlação entre o consumo de açúcares e a incidência de cáries dentárias e, como resultado, perda dentária.

No “Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável 2017” são ainda detalhadas, pela primeira vez, as conclusões do Projeto Nutrition UP 65, divulgadas em Outubro do ano passado, sobre o estado nutricional da população mais idosa. Essas conclusões indicam uma grande percentagem de idosos em risco de desnutrição (14,8% sendo que 1,3% encontravam-se desnutridos), desidratados (dos idosos inquiridos, 16,3% ou estavam hipo-hidratados ou em risco disso) e com sarcopenia (11,2%).

A aposta clara deste Governo, na figura do Sr. Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, na melhoria dos indicadores de saúde, principalmente os da saúde oral, com a inserção de Médicos Dentistas nos Cuidados de Saúde Primários foi um passo fundamental para conseguir contrariar alguns dos dados agora divulgados e promover uma melhor saúde geral e consequentemente uma alimentação saudável. As mais valias desta medida já começam a surtir efeito junto das populações abrangidas pelo projeto piloto que decorreu ao longo deste ultimo ano mas, tenho a certeza, a longo prazo, serão ainda mais visíveis.

A adição do médico dentista a uma equipa multidisciplinar na abordagem aos utentes das Unidades de Saúde dos Cuidados de Saúde Primários permite uma maior abrangência de conhecimentos na resolução de problemas que afetam a saúde dos portugueses, sendo claro ao nível das Unidades de Recursos Assistenciais Partilhados que contavam e contam com a presença de um Nutricionista.

Os dados acima referidos relativamente à população idosa coincide com o facto de serem os que mais têm usufruído desta nova valência. São aqueles que, por falta de informação, por uma questão cultural, por ao longo dos anos não terem encontrado resposta no SNS para os seus problemas de saúde oral, a negligenciaram, conseguindo agora efetivar uma serie de tratamentos básicos que em muito contribuíram para a melhoria da sua saúde geral e que lhes vão permitir ter uma alimentação mais saudável certamente.

A Estratégia Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável esteve em discussão pública até ao passado dia 15 de Agosto, tendo estado previsto a sua apresentação no passado mês de Setembro, pelo que, é de todo o interesse para a comunidade médica as indicações plasmadas nesse documento.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]
ler mais

RECENTES

ler mais