10 Set, 2018

Santander e Universidade Nova de Lisboa atribuem prémio a estudo sobre stress na tomada de decisão

O projeto “Stress-induced neuroinflammation: mechanisms and implications for decision-making and performance” é o vencedor do Prémio de Investigação Colaborativa Santander Totta/Universidade Nova de Lisboa, atribuído esta segunda-feira.

 

Legenda da foto (da esquerda para a direita): António Vieira Monteiro, Presidente Executivo do Santander Totta, com os investigadores Ana Margarida Grenho Ferreira, Raffaela Gozzelino e Pedro Neves, e João Sàágua, Reitor da Universidade NOVA de Lisboa

 

A equipa vencedora é constituída pela investigadora principal, Raffaela Gozzelino, da NOVA Medical School – Faculdade de Ciências Médicas, em colaboração com a investigadora Ana Margarida Grenho Ferreira, da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH-NOVA) e com o investigador Pedro Neves, da NOVA School of Business and Economics (NOVA SBE).

O Prémio foi entregue esta segunda-feira, na Reitoria da NOVA de Lisboa, pelo Presidente do Banco Santander Totta, António Vieira Monteiro, e pelo Reitor da NOVA, João Sàágua, durante o primeiro encontro de Ciência da instituição, o NOVA Science Day. O evento contou também com a presença do Ministro para a Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, do Diretor-Geral da Comissão Europeia para Investigação, Ciência e Inovação, Jean-Eric Paquet, e da Vice-Reitora responsável pela Área de Investigação, Elvira Fortunato, entre outras individualidades.

A investigação incide sobre a forma como os projetos neurológicos podem explicar a tomada de decisão das pessoas em situações de stress, analisando também a presença de ferro durante o processo.

Os estudos foram realizados em ratinhos que, em situações de stress, apresentavam um comportamento mais agressivo, verificando-se também a acumulação de ferro no córtex pré-frontal do cérebro, a zona dos comportamentos e tomadas de decisões.

O objetivo dos investigadores será alargar o estudo às pessoas e, assim, compreender a forma como o ser humano lida com as situações de stress e como as poderá ultrapassar.

O Prémio de Investigação Colaborativa Santander Totta/Universidade NOVA de Lisboa, no valor de 25.000 euros, visa distinguir projetos de investigação a desenvolver por investigadores juniores da NOVA no âmbito das Ciências Sociais e Humanas, Ciências da Vida e Ciências Exatas e Engenharias.

SO

ler mais

RECENTES

ler mais