Reino Unido: Hospitais alvos de ataque informático

Vários organismos do serviço público de saúde britânico (NHS) foram alvo de ataques informáticos, sendo obrigados a cancelar atos médicos

“Um certo número de organismos informou ter sido afetado por ataques informáticos”, adiantou o NHS num comunicado, sublinhando que “o inquérito está no início”, mas que deverá tratar-se do vírus Wanna Decryptor. Este vírus encripta os dados de um computador, para exigir ao seu proprietário um pagamento em troca de um código para resolver o problema.

O NHS informou não ter ainda elementos que lhe permitam pensar que existiu acesso a dados dos doentes, adiantando que o ataque não foi “dirigido especificamente contra” o serviço público de saúde e “afeta outros setores”.

Os hospitais pediram aos utentes que apenas se desloquem às unidades de saúde em caso de urgência.

A multinacional de serviços tecnológicos Claranet alertou, na sexta-feira, para um ataque informático “de grandes dimensões” em curso à escala internacional.

“Alertamos para o facto de estar em curso um ciber-ataque de grandes dimensões, dirigido principalmente a empresas de comunicações, mas também com outros alvos em vista”, refere a informação enviada pela Claranet aos clientes, a que a Lusa teve acesso.

Em Portugal, a Portugal Telecom alertou os clientes de que há um vírus perigoso a circular na Internet e pediu para que tenham cautela na navegação na rede e na abertura de anexos recebidos por correio eletrónico e a EDP decidiu cortar os acessos à Internet da sua rede para prevenir o ataque informático.

A multinacional espanhola de telecomunicações Telefónica foi obrigada a desligar os computadores da sua sede em Madrid, depois de detetar um vírus informático que bloqueou alguns equipamentos.

LUSA/SO/SF

 

Msd - banner_final

ler mais

RECENTES

ler mais