9 Jul, 2021

Reino Unido. Casos de infeção disparam para 32 mil e Europeu pode estar a contribuir

A concentração de pessoas para assistir aos jogos de Inglaterra no Euro2020 poderá estar na origem do aumento de casos.

A concentração de pessoas para assistir aos jogos de Inglaterra no Euro2020 poderá estar na origem do aumento de casos de covid-19 no Reino Unido, que registou mais de 32 mil pelo segundo dia consecutivo, segundo dados de hoje.

O Reino Unido registou 32.551 novos casos de covid-19 e 35 mortes nas últimas 24 horas, de acordo com o quadro de estatísticas do Governo britânico, enquanto na quarta-feira tinha notificado 32.548 novos casos e 33 mortes.

Resultados provisórios de um estudo da universidade Imperial College London e da empresa de sondagens Ipsos Mori no período entre 24 de junho a 05 de julho mostram que as infeções quadruplicaram, e que uma em cada 170 pessoas em Inglaterra está infetada.

O epidemiólogo Paul Elliott, diretor do programa React da Escola de Saúde Pública do Imperial, observou que a prevalência do vírus é maior em homens – 0,7% contra 0,5% para mulheres.

“Vimos o mesmo na Escócia durante o Euro e visitas a Wembley e jogos em Glasgow”, afirmou à Sky News, manifestando preocupação com o risco que os ajuntamentos para assistir à final, no domingo, frente à Itália e potenciais celebrações de vitória possam ter.

Nos últimos sete dias, entre 02 e 08 de julho, a média diária foi de 25 mortes e 28.209 casos, o que corresponde a uma subida de 52,6% no número de mortes e de 34,9% no número de infeções relativamente aos sete dias anteriores.

A média diária de pessoas hospitalizadas foi de 380 entre 28 de junho e 04 de julho, um aumento de 51,5% face aos sete dias anteriores.

Na quarta-feira estava hospitalizados 2.636 pacientes, dos quais 417 com auxílio de ventilador.

Desde o início da pandemia, foram notificados 128.336 óbitos de covid-19 num total de 5.022.893 infeções confirmadas no Reino Unido.

Desde dezembro foram inoculadas 45.601.445 pessoas, o que corresponde a 86,6% da população adulta, e 34.198.779 milhões de pessoas, ou 64,9% da população adulta, já receberam também a segunda dose.

LUSA

ler mais

RECENTES

ler mais