9 Dez, 2021

Quase metade das crianças elegíveis para vacinação já terão estado infetadas com SARS-CoV-2

Das 638 mil crianças elegíveis para a vacinação contra a covid-19, cerca de 300 mil já devem ter tido contacto com o vírus.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) aprovou a vacinação contra a covid-19 de todas as crianças com idades entre os 5 e os 11 anos. No entanto, das 638 mil crianças elegíveis, cerca de 300 mil já devem ter contactado com o vírus, avança o Jornal de Notícias.

“Neste momento, temos uma média de 450 casos por dia neste grupo etário e as pessoas devem preocupar-se com isto”, diz o especialista da Comissão Técnica de Vacinação para a Covid-19 (CTVC), Manuel Carmo Gomes, realçando que até 5 de dezembro, há 69 763 casos registados no grupo dos 5 aos 11 anos.

Este número “é apenas a ponta do icebergue”, diz. Tendo em consideração que grande parte das crianças não têm sintomas e não são detetadas, “na melhor das hipóteses, há 300 mil que já tiverem a infeção”.

No entanto, os benefícios “individuais e de saúde pública” da vacinação em crianças apurados pela CTVC sustentam a decisão da DGS, junto de estimativas que garantem que quando 85% das crianças desta faixa etária estiverem vacinadas, será possível prevenir 13 520 infeções e 52 internamentos nos próximos quatro meses.

As autoridades de saúde ainda não esclareceram em que moldes estas crianças vão ser vacinadas. Ainda assim, segundo adiantou o primeiro-ministro António Costa, “é provável” que se comece pelos de 11 anos e depois se desça progressivamente até aos cinco.

SO

ler mais

RECENTES

ler mais