7 Jun, 2021

Primeira Unidade Protegida para Alzheimer e outras Demências já abriu em Portugal

Nesta unidade, são prestados cuidados específicos de forma individualizada, o que permite melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

A primeira unidade UPAD – Unidade Protegida para Alzheimer e outras Demências – já se encontra em funcionamento em Portugal. Este novo modelo de cuidados foi promovido pela Residência ORPEA Viseu, a mais recente do Grupo ORPEA.

Com o objetivo de cuidar de forma individualizada de utentes que exigem cuidados específicos, esta iniciativa une o acompanhamento permanente de profissionais especializados à aplicação de terapias não farmacológicas, englobadas num espaço adaptado, o que procura contribuir para melhorar a qualidade de vida destes pacientes.

Assim, tendo por base que estes profissionais de saúde apresentam formação específica no desenvolvimento de terapias cognitivas, físicas e sociais “que ajudam a retardar a evolução da deterioração” e permitem que o paciente “mantenha um certo grau de autonomia pelo maior tempo possível”, as atividades promovidas também ambicionam garantir o respeito pela identidade e dignidade pessoal de cada utente, explica o médico coordenador do Grupo ORPEA em Portugal, André Rodrigues.

Deste modo, a sua autonomia e valorização da autoestima são aspetos considerados fundamentais para a manutenção da sua qualidade de vida, sendo o que justifica a oferta de “uma abordagem completa e uma visão holística para estimular, potencializar e manter as capacidades dos residentes”, reforçou.

Assim, para responder às necessidades destes seniores, os espaços de cuidados “são pensados para que os residentes com algum tipo de demência possam viver com segurança e da forma mais autónoma possível”, no sentido em que necessitam de “cuidados progressivos e profissionais adaptados às diferentes fases da doença”, concluiu.

ler mais

RECENTES

ler mais