2 Dez, 2021

Novos casos de infeção podem duplicar até ao Natal, alerta Graça Freitas

A confirmar-se, o país chegaria ao Natal e Ano Novo com uma média de nove mil casos diários de infeção pelo SARS-CoV-2.

A diretora geral da Saúde, Graça Freitas, admite uma “duplicação de novos casos [de infeção por SARS-CoV-2] dentro de 26 dias”, em Portugal. A confirmar-se, o país chegaria ao Natal e Ano Novo com uma média de nove mil casos diários.

Esta quarta-feira, diz 1 de dezembro, Portugal registou 4.670 novos casos, o valor mais alto em quase 10 meses. Desde o dia 06 de fevereiro que não havia tantos novos infetados. Na altura, registaram-se 6.132 novos casos.

Desde então, os novos casos ultrapassaram a barreira dos 4.000 apenas no dia 10 de fevereiro (4.387), no dia 14 de julho (4.153) e no dia 21 de julho (4.376).

Na Grande Entrevista, da RTP1, Graça Freitas sublinhou a “tendência crescente”, tanto ao nível de novos casos, como de internamentos e óbitos. No entanto, a responsável garantiu que os hospitais “já têm escalas previstas para o Natal e os reforços necessários” para um eventual impacto ao nível dos internamentos.

Relativamente aos internamentos, de acordo com os boletins diários da DGS, estavam hospitalizadas, esta quarta-feira, 841 pessoas, o maior número desde dia 9 de agosto (data em que estavam internadas 857 pessoas). Quanto às unidades de cuidados intensivos, acolhem agora 116 utentes, o maior número desde 15 de setembro, data em que se registava o internamento de 119 pessoas.

SO

Print Friendly, PDF & Email
ler mais

RECENTES

Print Friendly, PDF & Email
ler mais