Numa nota enviada às redações, o bastonário da OM lembra que, “por infeliz coincidência”, este profissional faleceu no dia em que se assinalou o Dia do Médico.

“Por uma infeliz coincidência, este médico perdeu a vida no dia em que celebramos o Dia do Médico. Que honremos todo o seu esforço e dedicação aos doentes continuando todos nós, como profissionais e como sociedade, a enfrentar esta pandemia com responsabilidade, seriedade e com todos os meios necessários ao nosso alcance”, diz Miguel Guimarães.

A morte deste médico por covid-19 foi confirmada à Lusa pelo secretário-geral do Sindicato Independente dos Médicos (SIM), que informou que o óbito aconteceu nos cuidados intensivos do Hospital de São José, onde o médico de 68 anos estava internado há 40 dias.

 

Primeira morte de um médico em Portugal

 

Este é o primeiro caso conhecido da morte de um médico por covid-19 desde o início do surto em Portugal.

A notícia da morte do médico, que tinha sido inicialmente avançada pelo jornal Público, dava conta que o clínico, que terá sido infetado por um colega, era especializado em medicina geral e familiar e colaborava com a equipa de gastroenterologia do Hospital Curry Cabral. Tinha 68 anos e “estava internado há mais de 40 dias”

O Público refere ainda que este profissional de saúde “não teria fatores de risco associados”.

O secretário-geral do SIM reiterou à Lusa a “necessidade de um grande cuidado pela parte dos profissionais de saúde e das pessoas, no sentido de não baixar a guarda em relação às medidas de proteção”, para mitigar a propagação da pandemia.

Mais de 600 clínicos infetados

O presidente do Sindicato Independente dos Médicos adianta que há mais de 600 médicos infetados pelo novo coronavírus. Jorge Roque da Cunha pede que sejam efetuados testes a todos os profissionais e não só aos que apresentam sintomas.

SO/LUSA

 

Notícias Relacionadas:

Hospital de campanha do Porto vai ser desmontado nos próximos dias

O hospital de campanha do Porto vai ser desmontado nos próximos dias já que a cidade não tem novos casos de covid-19 há 11 dias consecutivos

Retomada na próxima semana atividade hospitalar não urgente em LVT

A atividade hospitalar na região de Lisboa e Vale do Tejo está estável e deverá ser retomada na próxima semana, apesar de haver entre 200 e 300 novos casos de covid-19 diários.

ler mais