13 Jul, 2021

Lançado alerta para prevenção e tratamento de diarreias de verão

Estes episódios mais comuns no verão fazem aumentar o número de casos de gastroenterites em adultos e crianças.

Com a chegada dos dias mais quentes, os especialistas alertam para a necessidade de proteção contra agentes infeciosos e toxinas que poderão causar as diarreias de verão. Segundo revelam, estes episódios recorrentes fazem aumentar os casos de gastroenterites em todas as faixas etárias.

“Os meses de julho e agosto são aqueles em que as pessoas passam mais tempo fora de casa. O foco está no coronavírus, mas este não deve ser a única preocupação ao nível da prevenção”, começa por afirmar o médico especialista em medicina geral e familiar, Tiago Maricoto. “As diarreias de verão, além de muito incómodas, desregulam a flora intestinal e enfraquecem o sistema imunitário”.

Tal como explica, a maioria dos episódios de diarreia são agudos e costumam ter a duração de cinco a sete dias. No entanto, existem “quadros que se fazem acompanhar por outros sintomas”, os quais exigem atenção por parte dos seus portadores, “como náuseas, vómitos, dores abdominais e musculares, febre ou mesmo sangue nas fezes”.

Tendo em conta a gravidade dos sintomas, “alguns destes quadros de diarreia podem estar associados a condições clínicas mais graves”, o que pode exigir um tratamento médico mais direcionado e adequado. Segundo reforça, a ajuda médica “deve ser procurada em situações de diarreia prolongada e persistente”.

Ainda assim, além de tratada, esta condição pode ser prevenida “através de cuidados de higiene e alimentação adequados, evitando o risco de contágio, quer por agentes infeciosos quer por alimentos contaminados ou mal conservados”, explica o especialista. “Uma hidratação adequada é de crucial importância”.

Este reforça ainda que, tendo em conta que são os mais vulneráveis, “os idosos, as crianças com menos de 2 anos e as pessoas com doenças crónicas deverão ter atenção especial nestes casos”, procurando “prevenir eventuais episódios de diarreia”.

ler mais

RECENTES

ler mais