29 Ago, 2019

Gravidez após cirurgia bariátrica traz riscos para o bebé

Apesar de alguns benefícios para a mãe, esta cirurgia acarreta riscos para o bebé, entre os quais o aumento do risco de morte e de parto prematuro.

“A cirurgia bariátrica melhora muitas comorbilidades relacionadas à obesidade para a mãe, como diabetes gestacional e hipertensão, que têm implicações graves para a mãe e o bebé”, refere a Dra. Zainab Akhter, da Universidade de Newcastle, no Reino Unido. No entanto, também acarreta riscos para a gestação e desenvolvimento do bebé.

A Dra. Akhter e a sua equipa compararam resultados perinatais adversos entre mulheres que foram submetidas à cirurgia bariátrica antes da gravidez e aquelas que não passaram pela cirurgia. Para isso, analisaram 33 estudos que relataram dados originais sobre resultados perinatais. No geral, os estudos incluíram 14.880 gestações após cirurgia bariátrica e mais de 3,9 milhões sem cirurgia.

O risco de mortalidade perinatal foi 38% maior e a probabilidade de anomalias congénitas aumentou 29% com cirurgia bariátrica. A probabilidade de parto prematuro foi 35% maior entre as mulheres que fizeram a cirurgia. Por outro lado, a probabilidade de ocorrer um parto pós-termo (depois das 42 semanas de gestação) foi 54% menor entre as mulheres que fizeram a cirurgia bariátrica. A idade gestacional média, no entanto, não diferiu significativamente entre os grupos.

Os pesos médios no momento do nascimento também foram significativamente menores após a cirurgia bariátrica. Os bebés nascidos pós-cirurgia bariátrica tiveram 41% mais probabilidades de serem internados na unidade de terapia intensiva neonatal.

TC/SO

ler mais

RECENTES

ler mais