Farmacêuticos do Alentejo recebem visita da bastonária

Ana Paula Martins, desloca-se, nos dias 10 e 12 de julho, a Beja e Évora, respetivamente, para mais um conjunto de visitas integradas no projeto “Roteiros Farmacêuticos”, que tem levado a dirigente da OF a vários locais, de norte a sul do País, incluindo regiões autónomas, onde os farmacêuticos exercem a sua atividade

O Roteiro  abrange visitas à Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA), em Beja, e ao Hospital do Espírito Santo, em Évora, dois momentos que serão, seguramente, aproveitados para analisar o enquadramento da atividade dos farmacêuticos nos hospitais, numa altura em que se avizinha a primeira greve da história recente da profissão farmacêutica, marcada pelo Sindicato Nacional dos Farmacêuticos para os dias 18 e 19 de julho, em protesto pelo atraso na criação de uma Carreira Farmacêutica autónoma.

Em ambas as visitas, a bastonária será recebida pelos respetivos presidentes dos Conselhos de Administração e diretoras técnicas dos Serviços Farmacêuticos, estando também previstas passagens pelos respetivos Serviços de Patologia Clínica, que conta também com colaboradores farmacêuticos analistas.

Na visita ao Hospital do Espírito Santo, a bastonária será acompanhada pelo presidente da Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo, José Robalo, existindo ainda a possibilidade de visita aos Serviços Farmacêuticos da ARS Alentejo, onde uma colega farmacêutica assegura a resposta aos cuidados de saúde primários.

Nas duas cidades, a bastonária irá também visitar laboratórios de análises clínicas que são referência na região. Em Beja, a bastonária visita o Laclibe; em Évora, desloca-se ao Laboratório Floriano Gusmão. Em ambos os caos serão registadas as preocupações dos colegas em torno dos entraves à liberdade de escolha dos doentes, colocados pelas unidades públicas de saúde locais.

O Roteiro Farmacêutico envolve ainda várias visitas farmácias comunitárias da região. As unidades a visitar desenvolvem importantes programas de saúde pública e de intervenção na comunidade que valorizam o papel do farmacêutico no sistema de saúde e a sua integração na rede de cuidados de saúde primários.

 

 

Comunicado de Imprensa

 

ler mais

RECENTES

ler mais