15 Set, 2021

Faltam médicos na urgência do Hospital de Vila Franca de Xira

Sindicato dos Médicos fala numa situação "sem resolução à vista". Aumento da afluência à urgência e carência de profissionais fazem utentes esperar várias horas para darem entrada no hospital.

As equipas de urgência e do Serviço de Medicina Interna do Hospital de Vila Franca de Xira (HVFX) enfrentam uma carência de profissionais, não cumprindo “os níveis de segurança necessários, exigidos pelos critérios mínimos definidos pela Ordem dos Médicos”, denuncia, em comunicado, o Sindicato Independente dos Médicos (SIM).

Este organismo alerta que se trata de uma situação “sem resolução à vista” e que “coloca em risco a segurança na prestação de cuidados à população abrangida por esta instituição”.

Em causa está a falta de médicos, nomeadamente no serviço de urgência, o que tem provocado grandes constrangimentos na admissão dos doentes. Há casos de pessoas que são obrigadas a esperar mais de seis horas em ambulâncias para dar entrada no Hospital de Vila Franca de Xira. Segundo a SIC, os técnicos de transporte dizem que a situação está a comprometer o socorro de outros doentes.

A contribuir para este cenário está também o aumento significativo na afluência de urgência do hospital neste mês de setembro, impulsionado, em parte, pela falta de resposta dos centros de saúde da região

O Conselho de Administração do Hospital, que voltou à gestão pública no dia 1 de junho, adianta que, só nos primeiros oito dias de setembro, houve um aumento de mil atendimentos em comparação com o mesmo período de 2020, sendo que também se “registou um significativo aumento da complexidade clínica”.

O Conselho de Administração garante que já reforçou as equipas médicas de urgência pediátrica e está agora a tentar alargar também a resposta da urgência de adultos.

TC/SO

Notícia Relacionada

Governo admite que hospital de Vila Franca de Xira está “subdimensionado”

ler mais

RECENTES

ler mais