28 Jun, 2017

EMA: Oeiras oferece-se para acolher agência no concelho

Oeiras ofereceu-se para acolher a sede da Agência Europeia do Medicamento, disponibilizando um espaço no concelho

Portugal vai apresentar uma candidatura para receber a sede da Agência Europeia do Medicamento (EMA, na sigla inglesa), que deixará Londres com a saída do Reino Unido da União Europeia. Até ao momento, Lisboa e o Porto são as cidades candidatas a receberem a sede da EMA.

“Entendendo a Grande Lisboa como um território contínuo, integrado e complementar e pretendendo acrescentar valor e reforçar a candidatura da Grande Lisboa, Oeiras vem disponibilizar o espaço necessário ou para a sede da EMA ou para o Colégio Europa no espaço do Taguspark”, refere a nota da Câmara de Oeiras divulgada ontem.

Oeiras diz que pretende “reforçar a candidatura de Lisboa a acolher a sede da Agência”, realizando hoje uma conferência de imprensa para apresentar as “razões” que reforcem a candidatura “da Grande Lisboa”.

A iniciativa envolve a Câmara Municipal, a Agência de Desenvolvimento OeirasInvest e o Taguspark, em associação com a CIP – Confederação da Indústria Portuguesa, bem como os principais institutos de conhecimento e investigação sediados no concelho, como o Instituto Gulbenkian de Ciência, o ITQB e o Instituto Soldadura e Qualidade.

A inicial escolha de Lisboa para candidata a receber a sede da Agência Europeia do Medicamento motivou críticas de deputados e de autarcas, tendo o processo sido visado igualmente por vários profissionais de saúde.

Há menos de duas semanas, o Ministério da Saúde anunciou que o Governo havia decidido reabrir o processo de candidatura à sede da EMA, referindo que só o Porto, a par de Lisboa, “parece reunir condições para uma candidatura muito exigente e competitiva em termos europeus”.

As candidaturas devem ser oficialmente apresentadas até ao final de julho.

LUSA/SO/SF

 

Gedeon Richter

 

ler mais

RECENTES

ler mais