14 Jun, 2017

Dia Mundial do Dador de Sangue: OMS apela à doação de sangue em situações de emergência

O Dia Mundial do Dador de Sangue é comemorado, anualmente, no dia 14 de junho. Nesta ocasião, países de todas as regiões do mundo organizam eventos e atividades para celebrar a data e sensibilizar para a necessidade de dar sangue

Em 2017, a Organização Mundial da Saúde (OMS) comemora a data sob o lema “O que posso fazer? Dar sangue. Dar agora. Dar frequentemente”.

A campanha deste ano visa sensibilizar a população para a doação de sangue em situações de crise e emergência, e destacar o papel que cada pessoa pode desempenhar para ajudar os outros em situações de emergência. Também se concentra no facto de que é importante dar sangue regularmente, de modo que o stock de sangue seja suficiente antes da situação de emergência.

Na última década, as catástrofes causaram mais de um milhão de mortes, com mais de 250 milhões de pessoas afetadas por emergências a cada ano. Desastres naturais, como terramotos, inundações e tempestades, criam necessidades consideráveis de cuidados de saúde de emergência.

Factos

O Dia Mundial do Dador de Sangue foi instituído pela OMS, em maio de 2005. A escolha da data da efeméride, 14 de junho, tem por objetivo homenagear Karl Landsteiner, nascido na mesma data.

Karl Landsteiner foi um médico e biólogo norte-americano, de origem austríaca, precursor da transfusão sanguínea e agraciado com o Nobel de Fisiologia/Medicina de 1930, pela classificação dos grupos sanguíneos, sistema AB0, e descobridor do fator RH.

São quatro as entidades que patrocinam, a nível global, o Dia Mundial do Dador de Sangue: a Organização Mundial da Saúde, a Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, a Federação Internacional das Organizações de Dadores de Sangue e a Sociedade Internacional da Transfusão de Sangue.

SNS/SO/CS

ler mais

RECENTES

ler mais