Coimbra, Lisboa e Porto vão acolher as iniciativas da campanha de sensibilização “Agir com Cabeça”

A campanha em Portugal é liderada pelo Grupo de Estudos de Cancro da Cabeça e Pescoço (GECCP) e visa consciencializar as pessoas para esta patologia com especial foco na identificação dos sintomas

No dia 27 de julho assinala-se o 3º Dia Mundial de Cancro de Cabeça e Pescoço (DMCCP), uma iniciativa da Federação Internacional das Sociedades Oncológicas de Cabeça e Pescoço (IFHNOS), que em Portugal é liderada pelo Grupo de Estudos de Cancro de Cabeça e Pescoço (GECCP) com a campanha de sensibilização “Agir com Cabeça”.

O cancro de cabeça e pescoço vitima mortalmente 3 portugueses por dia. Neste sentido, através desta campanha, o GEECP pretende sensibilizar a população para a necessidade da realização do diagnóstico precoce, relembrando que os doentes diagnosticados nos estados iniciais da doença têm uma taxa de sobrevivência entre os 80-90%.

Como forma de assinalar o DMCCP, o GECCP vai colocar 3 cubos gigantes com a imagem da campanha em praças emblemáticas das cidades de Coimbra, Lisboa e Porto. O objetivo é atrair a atenção das pessoas e assim prestar mais informação sobre esta patologia, com especial foco na identificação dos sintomas ainda muito desconhecidos pelos portugueses.

Ainda nesse dia, na Praça Carlos Alberto, no Porto, vão realizar-se rastreios gratuitos ao Cancro de Cabeça e Pescoço em dois períodos, das 10h30 às 12h30 e das 14h30 às 16h30.

Segundo Ana Castro, médica oncologista e presidente do Grupo de Estudos de Cancro de Cabeça e Pescoço, “Uma das preocupações atuais é que este tipo de cancro, que outrora afetava sobretudo homens, a partir dos 50 anos, que apresentavam um consumo excessivo de tabaco e álcool, começa a incidir cada vez mais em pessoas jovens, muito devido ao vírus do HPV. Anualmente, continuam a surgir ainda cerca de 3.000 novos casos no nosso país, sendo que mais de metade destes são diagnosticados em estádios avançados, é preciso agir! ”.

Comunicado de Imprensa/SO

 

ler mais

RECENTES

ler mais