8 Mar, 2019

Centro Hospitalar de Setúbal inicia hospitalização domiciliária no segundo semestre do ano

Trata-se de um modelo em que os doentes recebem assistência médica especializada em casa em alternativa ao internamento.

Em comunicado, o CHS, que integra o Hospital de São Bernardo e o Hospital Ortopédico do Outão, refere que “o Serviço de Medicina Interna vai ser responsável pela implementação de uma Unidade de Hospitalização Domiciliária, prevista para o segundo semestre de 2019, com uma equipa de gestão hospitalar multidisciplinar, uma equipa de hospitalização domiciliária e cinco camas de hospitalização domiciliária”.

“Esta unidade [de Saúde] pretende apresentar uma alternativa ao modelo de internamento convencional, que proporciona assistência médica e de enfermagem aos utentes que, apesar de necessitarem cuidados hospitalares, reúnem um conjunto de critérios clínicos, sociais/familiares e geográficos que permitem que sejam hospitalizados no domicílio”, acrescenta o comunicado.

De acordo com o CHS, os doentes neste regime de hospitalização domiciliária ficam “sob vigilância de uma equipa de gestão hospitalar multidisciplinar, após o devido consentimento informado do doente e da sua família”.

O Centro Hospitalar de Setúbal salienta ainda que o modelo proposto “assenta na Medicina Hospitalar de Ambulatório, centrada nas necessidades do doente agudo, mas simultaneamente mais humanizada, respeitando a individualidade de cada doente e devidamente integrada com os outros níveis de cuidados”.

“A Unidade de Hospitalização Domiciliária apresenta várias vantagens, nomeadamente menor incidência de infeções hospitalares, maior comodidade para o doente que recebe cuidados de saúde no seu domicílio, libertação de recursos hospitalares, redução de custos, entre outros”, acrescenta o comunicado do Centro Hospitalar de Setúbal.

LUSA

ler mais

RECENTES

ler mais