18 Mar, 2019

Cancro: tratamentos inovadores provocam menos efeitos secundários

Tanto a hipertermia como a radioterapia estereotáxica já chegaram a Portugal. Em entrevista ao SaúdeOnline, o radioncologista Paulo Costa explica em que consistem estes tratamentos.

O tratamento do cancro tem evoluído bastante nos últimos anos. Não só se têm melhorado as soluções já existentes (quimioterapia, radioterapia) como têm surgido novas opções terapêuticas. No último sábado, em Lisboa, uma série de especialistas reuniu-se no encontro “Novos Desafios em Oncologia” para debater os avanços científicos na área da radioncologia.

A hipertermia foi um dos tratamentos inovadores abordados no encontro. Este novo método é utilizado em tumores malignos e consiste no aquecimento “do volume tumoral até temperaturas que despertem um efeito anti-neoplásico”, ou seja, até temperaturas (entre os 39 e os 45 graus) que destruam as células cancerígenas, explica o médico radioncologista Paulo Costa.

Doutor Paulo Costa,