Bayer apoia Campanha de prevenção do Enfarte na semana de peregrinação a Fátima

A campanha “O Enfarte não pode esperar. 112 uma linha que nos liga à vida" está presente em 43 postos de assistência aos peregrinos ao longo dos caminhos de Fátima, entre 6 e 11 de Maio

Os voluntários da Cruz Vermelha Portuguesa vão estar a apoiar a Campanha e a distribuir informação e folhetos educativos (e outros materiais) sobre a forma de atuar perante a suspeita de um Enfarte Agudo do Miocárdio (EAM), nos 43 postos. Espera-se uma interação forte e personalizada com os peregrinos, que permita reforçar e interiorizar as mensagens da campanha.

No caso de suspeita de EAM, aconselha-se a não perder tempo e a ligar de imediato o 112: a forma mais rápida e segura de chegar ao hospital certo, na hora certa.

O claim desta campanha é “o enfarte não pode esperar, ligue 112, a linha que nos liga à vida!”.

A campanha é promovida pelo Stent for Life, uma iniciativa Europeia de Intervenção na área da Saúde Cardiovascular, implementada em Portugal pela Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular (APIC), organização integrada na Sociedade Portuguesa de Cardiologia. Para além do Stent for Life, a campanha conta com a parceria do INEM, Cruz Vermelha Portuguesa e Bayer Portugal.

Esta iniciativa tem como objetivo sensibilizar a população para a identificação precoce dos sintomas sugestivos de EAM e para a necessidade de ligar imediatamente para o 112, contribuindo desta forma para reduzir o número de mortes e complicações associadas a esta patologia.

Os sintomas mais frequente do EAM inclui a dor no peito, de intensidade e duração variável, habitualmente descrita como um aperto, constrição ou peso, que em alguns casos pode estender-se para os braços, costas e pescoço e pode surgir acompanhada de suores, náuseas e vómitos. Existem formas de apresentação menos típicas, como o desmaio ou a falta de ar súbita, mais frequentes em doentes diabéticos, idosos e mulheres.

Durante a Peregrinação do Centenário das Aparições de Fátima e a visita do Papa Francisco, Portugal converge para Fátima, permitindo realizar uma campanha de âmbito nacional, que envolve uma população muito numerosa e heterogénea, ao longo dos percursos de peregrinação, junto aos postos de assistência da Cruz Vermelha Portuguesa.

Enfarte Agudo do Miocárdio (EAM)

Esta doença resulta da oclusão de uma artéria coronária (vaso cardíaco), condicionando numa fase inicial isquemia (sofrimento) reversível, que rapidamente evolui para necrose (morte) das células do músculo cardíaco irrigado por essa artéria. Neste contexto, o diagnóstico precoce e o tratamento imediato do doente com EAM são determinantes para salvar o músculo cardíaco e evitar a morte das suas células, reduzindo de forma significativa a taxa de mortalidade e complicações.

O EAM é uma das principais causas de morte em Portugal e o seu prognóstico está diretamente relacionado com o tempo de evolução entre o início dos sintomas e o seu tratamento.

A atuação rápida do INEM, com profissionais treinados e equipados para fazer o diagnóstico de EAM em ambiente pré-hospitalar, permite o transporte direto do doente para um hospital com capacidade para realizar angioplastia primária (reabertura da artéria ocluída), o tratamento de eleição do EAM, evitando a admissão em hospitais sem condições para fazer este tratamento e reduzindo drasticamente os tempos de atraso relacionados com o transporte inter-hospitalar.

Por outro lado, o transporte feito pelo INEM é mais seguro, uma vez que os profissionais estão treinados para identificar e tratar de imediato as principais complicações do EAM, nomeadamente a paragem cardiorrespiratória e a insuficiência cardíaca aguda, mais frequentes nas primeiras horas após o início dos sintomas e quase sempre fatais na ausência de um tratamento emergente.

Comunicado de Imprensa/SO/SF

 

 

ler mais

RECENTES

ler mais