26 Abr, 2017

8º Congresso Internacional de Psicologia da Criança e do Adolescente

O Instituto de Psicologia e Ciências da Educação da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade Lusíada de Lisboa organiza a oitava edição do Congresso Internacional de Psicologia da Criança e do Adolescente, entre hoje e amanhã, na Universidade de Lusíada de Lisboa

A 8ª edição do Congresso tem como tema o “Desafios da Sociedade Global: do nascimento até ao 1º emprego” e pretende ser um espaço de partilha e reflexão sobre o estado da arte e estratégias inovadoras de intervenção.

As mudanças sociais, políticas e económicas tem impacto na saúde psicossocial das crianças, dos adolescentes e das famílias. Este impacto é ainda maior nas crianças e adolescentes que vivem em situações de maior exposição ou de maior vulnerabilidade ao risco. A investigação e conhecimento de boas práticas neste âmbito podem contribuir para uma melhoria da qualidade de vida e desenvolvimento mais positivo destas populações.

Na tertúlia de abertura coordenada por Margarida Matos especialista na saúde dos adolescentes, irão refletir sobre as inovações na abordagem psicológica da infância e adolescência e contar com diversos especialista, nomeadamente, a Raquel Raimundo Presidente da Direção Regional do Sul da Ordem dos Psicólogos Portugueses.
No primeiro dia terão como conferencista convidada, Isabel Leal, que irá aprofundar a temática da Gravidez e da Parentalidade, no segundo dia de congresso contam com a conferencista, Julie Carré, da Associação Francesa de Terapias comportamentais e cognitivas que irá refletir sobre o papel da terapias cognitivas e comportamentais na forma como as crianças e jovens gerem os seus desafios.

Segundo a organização, o 8º Congresso Internacional de Psicologia da Criança e do Adolescente (CIPCA) ambiciona contribuir para o debate sobre os desafios atuais do crescimento, os comportamentos ligados ao Risco e ligados à Saúde na infância e na adolescência. Com temáticas atuais, relacionadas com a Parentalidade positiva, gravidez, desafios na 1ª e 2ª infância, e adolescência e jovem adulto, nos diferentes contextos. Desafios ao nível da intervenção, promoção de saúde mental, psicoterapia e inovação serão analisados sob uma perspetiva desenvolvimental e ecológica.

No programa pode verificar a sua abrangência e diversidade. Serão também apresentados trabalhos de investigação desenvolvidos em universidades de norte a sul do nosso Pais e no estrangeiro, que ilustram diversos estudos realizados nas diferentes fases do desenvolvimento e nos diferentes contextos, na escola, na família e na comunidades, assim como serão partilhados projetos de intervenção avaliados por equipas em contexto hospitalar, núcleos de estudos em contexto académico e entidades de intervenção psicossocial em contexto comunitário.

Os intervenientes irão também refletir sobre as boas práticas ao nível da investigação e intervenção com o objetivo de otimizar o capital de saúde das crianças, jovens, próprias famílias e da comunidade como um todo.

O congresso está organizado com diversas modalidades de comunicações, como conferências ; Comunicações em Simpósio; Comunicações em Poster; Workshops Práticos.

[button link=”http://www.lis.ulusiada.pt/pt-pt/eventos/8%C2%BAcipca.aspx” type=”big” newwindow=”yes”] Saiba mais[/button]

Comunicado de Imprensa/SO/CS

ler mais

RECENTES

ler mais