9 Out, 2018

258 crianças já fizeram rastreio da saúde da visão infantil no Alentejo

Este rastreio da visão infantil destina-se a todas as crianças com 2 anos de idade inscritas no ACES Alentejo Central. A participação é gratuita e voluntária

A Administração Regional de Saúde do Alentejo implementou o Rastreio da Saúde da Visão Infantil, em junho de 2018, no Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Alentejo Central, tendo já sido efetuado nos concelhos do Alandroal, Vila Viçosa, Borba, Estremoz, Arraiolos, Mora, Vendas Novas e Montemor-o-Novo, informa a ARS em comunicado.

Durante esta fase rastrearam-se 258 crianças, com uma percentagem de adesão de 52%, tendo sido referenciadas para consulta e acompanhamento na especialidade de oftalmologia 47 crianças.

O rastreio, seguro e inofensivo, é realizado por um técnico de ortótica e consiste num exame de foto-rastreio aos olhos da criança.

As alterações visuais, se não detetadas à nascença, surgem em idades muito precoces, sem dar sinais ou sintomas. As crianças com alterações visuais têm dificuldades de aprendizagem na idade escolar e nas interações sociais, o que acarreta limitações que se vão refletir na vida adulta.

O exame é atrativo mesmo para crianças pequenas, pois usa um estímulo luminoso e sonoro enquanto fotografa os olhos da criança, que estará sentada ao colo do adulto que a acompanha.

 

Comunicado de imprensa

ler mais

RECENTES

ler mais