2 Fev, 2021

Primeira dose da Pfizer só garante eficácia de 52% e apenas ao fim de 12 dias

Há médicos a adoecerem depois de terem tomado a 1ª dose, que só garante imunidade parcial e apenas ao fim de vários dias. Por isso, é necessário continuar a evitar comportamentos de risco até que a vacina produza um efeito completo.

Há profissionais de saúde, nomeadamente médicos, vacinados com a primeira dose da vacina contra a Covid-19, a testarem positivo depois de terem sido inoculados. Alguns deles apresentam sintomas da doença. Por isso, lembram, é necessário continuar a evitar comportamentos de risco mesmo depois da vacinação e até que a imunização produza um efeito completo.

A anestesiologista Maria do Rosário Marques, 64 anos, é um desses casos. Vacinada no dia 27 de dezembro, a 7 janeiro começou com sintomas e descobriu que contraíra a infeção, conta à Visão. E apesar de imunizada com a primeira dose, teve sintomas intensos. A médica terá sido contaminada mesmo no limite do período em que a primeira dose começa a produzir alguma imunidade.

Estes casos mostram que a primeira dose não garante a proteção total, como aliás, já tinham alertado as farmacêuticas. A eficácia da vacina desenvolvida pela Pfizer/BioNTech após a primeira dose é de cerca de 52%, de acordo com William C. Gruber, vice-presidente da Divisão de Desenvolvimento de Vacinas da Pfizer. E mesmo assim, esse nível de proteção só se torna efetivo 12 dias depois da administração da vacina.

após a segunda dose, a proteção sobe para 95%. “Duas doses da vacina fornecem proteção máxima”, diz o responsável, que cita dados de um estudo, publicado em dezembro no New England Journal of Medicine. Essa investigação, desenvolvida entre julho e novembro (e que recorreu a mais de 43 mil adultos), encontrou 10 casos graves de covid-19 após a primeira dose, nove dos quais no grupo de placebo. Após a segunda dose, mostrou um caso no grupo da vacina e quatro no grupo do placebo.

“Isto mostra que a vacinação não é a salvação de tudo”, alerta a médica Teresa Rocha, que também adoeceu depois da toma inicial, lembrando a importância de se manterem comportamentos corretos mesmo depois da vacinação.

ler mais

RECENTES

ler mais