18 Jun, 2021

Portugal corre o risco “de voltar a ter milhares de casos por dia”, alerta epidemiologista

O epidemiologista Manuel Carmo Gomes acredita que não é possível travar a situação “sem um confinamento mais rígido”. Nos últimos dois dias, o país ultrapassou os mil casos diários.

O número de novos casos de covid-19 voltou a ultrapassar o milhar, registando ontem 1233 casos, sendo a maioria na região de Lisboa e Vale do Tejo. O epidemiologista Manuel Carmo Gomes alerta, em declarações ao Diário de Notícias, que a situação na capital está a colocar o país “a correr o risco de voltar a ter milhares de casos por dia”, declarou.

Nos últimos dois dias, Portugal registou mais de mil casos casos por dia – 1350 na quarta-feira e 1233 quinta-feira. Do total de casos registados ontem, 804 ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo. Manuel Carmo Gomes acredita que não é possível travar a situação “sem um confinamento mais rígido”, afirmando ter “algum ceticismo em que seja possível só cercas à circulação ao fim de semana”.

O epidemiologista e professor da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa afirma que, a principal causa para o que está a acontecer em Lisboa “é a variante indiana (que) já é prevalente nesta região, com uma área muito grande, e é muito mais contagiosa do que a anterior, a do Reino Unido”.

Para além do número de diagnósticos elevados na região, os internamentos também estão a aumentar e representam 60% do total do país. De acordo com os dados da DGS, nas últimas 24 horas havia 364 pessoas internadas, das quais 88 em cuidados intensivos.

O Governo apresentou ontem novas medidas para a região, que incluem a proibição de entrada e saída na Área Metropolitana de Lisboa (AML) das 15:00 de sexta-feira até às 05:00 de segunda-feira, sendo permitida a circulação de quem já está dentro da AML entre todos os concelhos.

SO

ler mais

RECENTES

ler mais