9 Set, 2019

Indiana de 74 anos teve gémeas. É a mulher mais velha de sempre a dar à luz

Ao que tudo indica, uma indiana de 74 anos, que teve gémeas na passada quinta-feira, é a mulher mais velha de sempre a dar à luz. Gestação só foi possível através de fertilização in vitro.

Uma mulher indiana com 74 anos deu à luz gémeas, no estado de Andhra Pradesh. As bebés nasceram na quinta-feira, através de cesariana e depois de um processo de fertilização in vitro, que permitiu que a gestação pudesse decorrer numa fase tão avançada.

Ao que tudo indica, Erramatti ​será a mulher mais velha do mundo a ser mãe, superando o caso de Daljinder Kaur (também indiana) que, em 2016, foi mãe de um rapaz aos 70 anos. Neste caso, tanto a mãe como as gémeas estão bem de saúde.

“A cirurgia correu bem. A mãe e os bebés estão saudáveis e sem complicações”, disse à CNN Sanakayyala Umashankar, o médico responsável pelo Hospiital Ahalya, em Guntur, e que realizou a cesariana.

Mangayamma e o seu marido de 80 anos, Sitarama Rajarao, estão casados desde 1962 mas nunca conseguiram ter um filho de forma natural. Tentaram ao longo de décadas, sem sucesso. Quando a mulher soube de um caso de uma vizinha, com 55 anos, que recorreu com sucesso à fertilização in vitro, ficou com esperança. Além disto, também seria alvo de discriminação na sua comunidade, por nunca ter conseguido gerar descendência. “As pessoas olhavam-me com olhos acusadores como seu eu tivesse cometido um pecado”, contou Mangayamma.

Agora, 25 anos depois da menopausa, foi necessário utilizar um óvulo de uma dadora, fertilizado com esperma do marido para que a gravidez fosse uma realidade. Apesar da idade, a mulher é muito saudável e não sofre nem de diabetes nem de hipertensão. Apesar do quadro mais favorável, as probabilidades de uma gestação depois dos 50 anos ter sucesso é muito baixa. Neste caso, Mangayamma engravidou logo na primeira tentativa e desde janeiro que está internada no hospital.

TC/SO

ler mais

RECENTES

ler mais