1 Abr, 2020

Hospital Júlio de Matos encerra serviço de eletrochoque devido a caso suspeito

O serviço foi encerrado por precaução devido à suspeita de um caso de covid-19.

“O serviço de eletrochoque [deste hospital psiquiátrico] foi fechado porque a auxiliar de ação médica veio do SAMS e estava com sintomas, mas ainda não se sabe se é covid positivo”, adiantou o vice-presidente da FNAM, João Proença.

Também foi detetado um doente infetado com o novo coronavírus (SARS-CoV-2), que está em isolamento, e a médica internista que o assistiu está de quarentena, acrescentou.

Há 10 dias, a direção clínica dos SAMS decidiu suspender os serviços devido à infeção com o novo coronavírus de doentes e profissionais de saúde, mantendo a atividade do hospital apenas para assistência aos 26 doentes que ainda estão internados.

SO/LUSA

ler mais

RECENTES

ler mais