30 Out, 2019

Estirpe rara de meningite já esgotou vacinas nas farmácias

Pediatras estão a aconselhar pais a imunizarem os filhos com a vacina conjugada ACWY, que não está incluída no Plano Nacional de Vacinação.

Este ano já foram diagnosticados 8 casos de meningite W em Portugal, uma das meningites bacterianas que podem ser fatais.

Segundo conta hoje o Jornal de Notícias (JN), o aumento dos casos de meningite w fez com que os pediatras começassem a aconselhar aos pais a vacinarem os filhos com a vacina conjugada ACWY, que não está incluída no PNV e custa 50 euros.

A Direção-Geral da Saúde informou que este ano se registaram oito casos do serogrupo W, contra os cinco casos do ano passado e um único em 2016. Acrescentou que a maioria dos casos registados ocorreu em adultos.

O JN escreve ainda que com o aumento da procura a vacina esgotou.

O Infarmed prevê que na segunda-feira chegue da Holanda uma vacina que abrange uma estirpe de meningite cuja circulação tem aumentado, que não está incluída no Programa Nacional de Vacinação (PNV) e esgotou nas farmácias.

Questionado pela Lusa, o Infarmed reconhece que este ano observou “um aumento da procura da vacina Nimenrix na sequência de um aumento do número de casos de doença meningocócica infantil, que praticamente duplicou o seu consumo face ao ano anterior”.

Diz também que conseguiu reforçar o abastecimento, “cuja distribuição rapidamente se escoou no prazo de uma semana, causando nova situação de previsão de rutura”.

“Esta situação está de momento a afetar todos os países onde a vacina se encontra comercializada, não obstante, está a ser emitida pelo Infarmed uma Autorização de Utilização Excecional (QUE) para a vacina, que virá excecionalmente da Holanda, o único país onde foi ainda possível adquiri-la”, esclarece.

Segundo a Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, a partir de segunda-feira a vacina já deverá estar disponível.

SO/LUSA

ler mais

RECENTES

ler mais