25 Jun, 2021

Unidades do SNS vão testar doentes, acompanhantes e visitantes

O rastreio vai ser feito com testes rápidos de antigénio e vão realizar-se a todos os utentes, acompanhantes e visitas que entrem em unidades do SNS.

Um despacho publicado em “Diário da República” refere que os estabelecimentos do Serviço Nacional de Saúde (SNS) vão intensificar os rastreios ao SARS-CoV-2 a utentes, acompanhantes e visitas, para a identificação precoce de possíveis casos de infeção por SARS-CoV-2.

O despacho é de dia 14 de junho e foi assinado pelo secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, defindo que estes rastreios “são realizados, preferencialmente, com recurso a testes rápidos de antigénio (TRAg), se, prejuízo da possibilidade de testes de amplificação de ácidos nuclecos (TAAN)”.

Devido à situação epidemiológica atual, o Governo recomeda “a necessidade de intensificar os rastreios oportunísticos, sem prejuízo da realização de rastreios programados”.

SO

ler mais

RECENTES

ler mais