23 Abr, 2021

Programa Gilead GÉNESE regressa este ano e alarga candidaturas à Covid-19

Candidaturas à edição deste ano já estão abertas. Ao SaúdeOnline, a Diretora Médica da Gilead Sciences justifica a inclusão da área da Covid-19 com "o contexto pandémico e a necessidade sentida de geração de evidência, nomeadamente estudos epidemiológicos e resultados em saúde".

 

Encontram-se abertas, a partir do dia 5 de abril, as candidaturas à edição de 2021 do Programa Gilead GÉNESE, que regressa este ano depois de ter sido suspenso em 2020 devido à pandemia.

Para a edição de 2021, o Programa Gilead GÉNESE acolhe projetos nas seguintes áreas:

  • Na componente INVESTIGAÇÃO serão privilegiados projetos orientados para as temáticas:
    • Resultados em Saúde em Portugal – estudos epidemiológicos, avaliações da qualidade de vida, e resultados a longo-prazo
    • Investigação com aplicação clínica
    • Tecnologia ao Serviço da Saúde – inovação tecnológica para suporte e otimização de melhores cuidados em saúde
  • Na componente COMUNIDADE serão incluídos projetos relativos a:
    • Qualidade de Vida – avaliação e promoção da melhoria da qualidade de vida na Comunidade
    • Diagnóstico e ligação/retenção aos cuidados de saúde;
    • Participação Cívica e Cidadania – Promoção da capacitação para a intervenção na Comunidade, educação para a saúde e prevenção da doença

Os pilares das áreas terapêuticas têm vindo a ser ajustados às novas áreas em que a Gilead Sciences desenvolve os seus esforços de investigação e desenvolvimento. Neste sentido, na edição de 2021, o Programa Gilead GÉNESE apoiará projetos nas áreas da Hemato-oncologia, Hepatites virais crónicas, Infeção VIH/SIDA e COVID-19.

“A grande novidade desta edição é a inclusão da área terapêutica da COVID-19. O contexto pandémico que vivemos e a necessidade sentida de geração de evidência, nomeadamente estudos epidemiológicos e resultados em saúde (sequelas da COVID-19, saúde mental, mortalidade e impactos noutras patologias), foram determinantes para a inclusão desta nova área terapêutica”, diz, ao SaúdeOnline, Cláudia Delgado, Diretora Médica da Gilead Sciences e Coordenadora do Programa Gilead GÉNESE.

“O Programa Gilead GÉNESE apresenta um dinamismo próprio assumindo o seu caráter diferenciador também por procurar adequar-se às necessidades de geração de evidência e conhecimento que vão surgindo. Esta flexibilidade, imprime ao Programa Gilead GÉNESE a responsabilidade de se ir inovando e renovando nas suas áreas de projeto, quer na vertente Investigação, quer na vertente Comunidade. Assim, e atentos à necessidade de empoderamento dos cidadãos tendo em vista a sua participação ativa na comunidade, este ano o Programa Gilead GÉNESE considera projetos que pretendam promover a participação cívica e a cidadania“, continua Cláudia Delgado.

“Convidamos todas as Instituições a visitar a página do Programa Gilead GÉNESE recordando que as candidaturas à edição de 2021 se encontram abertas até 1 de junho. Aguardamos com entusiasmo e otimismo a submissão de um elevado número de projetos de qualidade”, espera a responsável.

Este ano, o programa conta com bolsas de até 40.000 euros por projeto. Isto depois de, em 2020, o projeto ter sido suspenso, tendo o valor das Bolsas não atribuídas sido canalizado para o reforço do Programa Local de Donativos, “contribuindo para aliviar o impacto da pandemia junto das instituições de saúde e das populações mais vulneráveis”, lembra a Diretora Médica da Gilead Sciences.

Cláudia Delgado salienta que o Programa Gilead GÉNESE “tem vindo a assumir-se como iniciativa de referência na área da responsabilidade social do setor, com o objetivo primordial de promover a investigação junto das Comunidades Científicas e da Sociedade civil”. “O projeto foi criado em 2013, com a ambição de incentivar a investigação, a produção e também a partilha de conhecimento científico a nível nacional, e de viabilizar iniciativas que conduzam à implementação de boas práticas no acompanhamento dos doentes.

“Estamos convictos de que o conhecimento gerado através dos projetos apoiados pelo Programa Gilead GÉNESE tem contribuído para a otimização de práticas clínicas, permitindo a melhoria da qualidade de vida dos doentes e dos resultados em Saúde, trazendo ganhos de eficiência e potenciando a adequação das políticas de Saúde”.

Desde a 1ª edição do Programa Gilead GÉNESE já foram submetidas 277 candidaturas e 45 projetos de investigação e 31 iniciativas de intervenção comunitária apoiadas, no montante global de 1.67 milhões de euros.

Nesta 7ª edição, o Programa Gilead GÉNESE conta, mais uma vez, com o Alto Patrocínio de Sua Excelência, o Presidente da República, sendo assim reconhecida a importância desta iniciativa, uma das mais relevantes a nível nacional.

SO

ler mais

RECENTES

ler mais