12 Mai, 2020

Portugal integra ensaio clínico da OMS sobre opções de tratamento

O ensaio clínico Solidarity, delineado pela Organização Mundial de Saúde para recolher evidência científica sobre algumas opções de tratamento para a covid-19, vai decorrer em vários centros de investigação do país.

Segundo a Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed), a OMS promoveu um ensaio clínico para alcançar evidência científica sobre algumas das opções de tratamento e cuja implementação reúne maior consenso junto da comunidade médica e grupos científicos especializados, sendo a Agência de Investigação Clínica e Inovação Biomédica (AICIB) a promotora portuguesa.

O Infarmed lembra que “ainda não tem nenhum medicamento autorizado para o tratamento” da infeção por SARS-CoV-2.

“Atualmente, existem vários medicamentos candidatos ao seu tratamento, contudo, o conhecimento cientifico à data sobre os mesmos, no tratamento da infeção por SARS-CoV-2 é limitado”, indica a autoridade do medicamento.

A falta de opções “aprovadas ou suportadas por evidência clínica robusta”, para combater a pandemia de covid-19, levou à realização de “ensaios clínicos controlados, que permitam recolher provas científica da utilização dos medicamentos que têm sido identificados como mais promissores”.

SO/LUSA

 

[box] Notícias Relacionadas:

Covid-19: Hospital Santa Maria vai realizar testes rápidos

Segundo o Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte, os testes rápidos irão garantir a segurança dos doentes e dos profissionais de saúde, em cirurgias e exames emergentes ou nas salas de partos.

Recomendações e panorama da transplantação em doentes hemato-oncológicos em tempos de Covid-19

Apesar dos receios, a maioria parte dos doentes com doença aguda tem mantido a adesão aos tratamentos. Já quanto aos transplantes, foram adiados os não-urgentes, diz, em entrevista, a diretora do serviço de Hematologia Clínica dos Hospital dos Capuchos.

Covid-19: Portugal vai ter protocolos de acompanhamento dos doentes recuperados

Numa primeira fase, doentes serão seguidos pelos clínicos que os acompanharam no hospital e posteriormente pelos médicos de família.

Covid-19: Possibilidade de segunda vaga “é real”

O Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC) admite ser “muito provável” ocorrer uma segunda vaga de contágios de covid-19, estimando um número semelhante de casos graves ou mortes.

[/box]
ler mais

RECENTES

ler mais