2 Nov, 2020

Novo sistema permite registar dispositivos médicos e notificar problemas

Os operadores económicos podem agora registar os dispositivos médicos num novo sistema, que permite igualmente notificar problemas não só de dispositivos, mas também de produtos cosméticos.

O novo sistema, já em vigor, permitirá facilitar e promover o registo de dispositivos médicos, “aumentando a transparência e tornando pública toda a informação de registo” residente no Infarmed, assim como agilizar as atividades de fiscalização desenvolvidas pela Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde.

Para além da componente de registo, o Sistema de Informação para Dispositivos Médicos (SIDM) é também composto por duas outras áreas de acesso público, disponíveis no ‘website’ do Infarmed: o infoDM, que permite a pesquisa pública dos dispositivos médicos registados, e o Reporte, uma área que permite a notificação pelos utilizadores de problemas com produtos de saúde.

“Com o novo SIDM é promovida a simplificação no registo de dispositivos médicos, com o modelo de registo único, promovida a transparência no setor com a divulgação de informação sobre os dispositivos médicos comercializados em Portugal através do infoDM e agilizada a comunicação pelos utilizadores de problemas com produtos de saúde pelo Reporte”, sublinha o Infarmed, em comunicado.

O dispositivo médico é qualquer instrumento, aparelho, equipamento, software, material ou artigo utilizado isoladamente ou combinado, com fins de diagnóstico ou terapêutico.

SO/LUSA

ler mais

RECENTES

ler mais