29 Jul, 2020

Grande Lisboa com número mais baixo de infeções desde abril

Aumento diário em todo o país é o mais baixo desde 11 de maio mas evolução positiva ainda não chega para retirar Portugal da 'lista negra' de alguns países.

A região de Lisboa e Vale do Tejo (LVT) teve o melhor registo de novos casos diários (68 esta terça-feira) de infeção por SARS-CoV-2 desde o final de abril. No que respeito ao país, desde 11 de maio (há quase três meses) que não se registavam tão poucas infeções – 111.

Ontem, 28 de julho, cerca de 61% dos casos foram registados em LVT. Esta é a percentagem relativa mais baixa para esta região desde 19 de maio (quando 58% das infeções tinham sido também contabilizados na Grande Lisboa). Já o aumento de 111 de casos representa uma subida de apenas 0,2%, a mais baixa desde 26 de abril.

A tendência de descida que já se vinha registando há mais de uma semana acentuou-se esta terça-feira, o que faz de Portugal uma raro caso na Europa, onde, na generalidade dos países, o número de infeções está de novo a aumentar.

Contudo, e apesar da evolução positiva, a incidência de casos nos últimos 14 dias ainda se situa alta (33,5 casos por 100 mil habitantes), acima dos 20 casos por 100 mil, o limite adotado por alguns países e que dita restrições a nível das viagens. Assim, Portugal precisaria de manter os números de novas infeções diários num patamar abaixo das 150 nos próximos dias para se aproximar da fasquia de referência europeia e sair da ‘lista negra’ de alguns países, como o Reino Unido ou a Áustria.

TC/SO

ler mais

RECENTES

ler mais