16 Mar, 2018

Farmácia Gil Gameiro: aposta na informação em Saúde

Humberto Gameiro abriu as portas da Farmácia Gil Gameiro ao SaúdeOnline

A 14 quilómetros de Fátima e a apenas 7 de Ourém, Gondemaria, uma pequena localidade com cerca de 1200 habitantes, tem ao seu serviço uma farmácia muito especial, onde não se poupam esforços para acrescentar valor aos muitos serviços que ali se prestam e em dotar a comunidade de conhecimentos úteis para lidar com as múltiplas situações com impacto na saúde com que têm que lidar no dia-a-dia.

Humberto Gameiro, Farmacêutico e Proprietário, explica com indisfarçável orgulho a história do estabelecimento, que começou por ser “posto”, da Farmácia S. José, na pequena aldeia da Memória, a 14 quilómetros, fundada pelo pai, Gil Gameiro. “Estudei na Faculdade de Coimbra, onde acabei o curso em 1990 e vim para aqui trabalhar. Seis meses depois, cheguei a acordo com o meu pai, adquiri o posto e passei a explorá-lo. Foi o primeiro negócio que fiz com o meu pai, um homem de quem me orgulho muito, pela dedicação ao serviço. “Ainda hoje tenho clientes que me falam do meu pai, recordando os bons serviços e a simpatia com que atendia toda a gente”.

GilGameiro4

Eram outros tempos, “em que a assistência médica era muito escassa e as dificuldades muitas”, assinala Humberto Gameiro, para logo acrescentar: “o farmacêutico fazia de tudo e a farmácia era muitas vezes o único recurso à mão de semear”.

Uma memória que levou a que aquando do processo da conversão do posto em farmácia, Humberto lhe desse o nome do pai, que ainda hoje mantém. Farmácia Gil Gameiro.

A reduzida dimensão da localidade, é compensada, explicou ao nosso jornal o farmacêutico, com o facto de Gondemaria estar próxima de centros importantes como Ourém ou Fátima, dos quais serve de dormitório. “Já viveu mais da agricultura, que hoje tem pouca expressão. Ainda assim mantém uma população ativa que trabalha essencialmente em Ourém e em Fátima e também, nas poucas unidades fabris que sobreviveram às muitas crises que atingiram a economia da região.

A paixão pela farmácia despontou cedo. “Ficava maravilhado a ver o meu pai a preparar os manipulados. Eu queria aprender e ele gostava imenso de ensinar. À época fazia-se tudo; os galénicos que hoje compramos já feitos, faziam-se todos na farmácia. Infelizmente nos dias que correm já quase não se fazem manipulados, o que é pena”, lamenta Humberto Gameiro.

GilGameiro7

Implantada em pleno edifício da Junta de Freguesia de Gondemaria, onde também funciona um dos polos da Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados de Ourém, a Farmácia Gil Gameiro conta, como um dos alvos privilegiados dos serviços que presta, um lar da terceira idade, situado a escassos metros. Entre outros serviços a esta instituição, destaca-se a preparação de toda a medicação administrada aos utentes, num serviço que garante a adesão correta à terapêutica, potenciando os resultados clínicos. “Trata-se de um lar com certificação, no âmbito da qual, ficámos com a responsabilidade de preparar toda a medicação dos utentes”, concretiza Humberto Gameiro, que sublinha, “E fazemo-lo porque sabemos que os erros na preparação da medicação são frequentes. A mensagem que passamos à direção do centro é que o nosso trabalho vale mais do que um desconto”.

Outras dos serviços prestados pela farmácia é o do controlo da medicação, evitando a sobreposição de medicamentos, frequente em doentes idosos, com várias comorbilidades. “Termos as fichas dos doentes. Sabemos o que lhes é prescrito e estamos sempre atentos ao facto de serem seguidos em múltiplas consultas. “Vai a uma consulta de especialidade e é-lhe prescrito um medicamento. Vai a outra e traz nova prescrição, por vezes do mesmo medicamento. É aí que intervimos, evitando duplicações e potenciando, desta forma, uma redução da despesa e um melhor controlo da doença”.

GilGameiro5

Um controlo que passa, também explica o farmacêutico, pela validação de todos os medicamentos que estão a ser administrados, uma tarefa realizada com o recurso à ficha do doente, atualizada mensalmente, e que inclui também alguns parâmetros fornecidos pelo médico, como os valores do colesterol, ou da hemoglobina, que podem ser recolhidos pelos farmacêuticos que prestam serviço na farmácia. Um serviço que agrada particularmente a Humberto Gameiro, pois recorda, “quando fiz o meu estágio no hospital gostava de participar nas reuniões com os médicos e dar a minha opinião, acerca da escolha e dos resultados da medicação”.

Iniciativas de promoção da saúde é coisa que não falta em Gondemaria, graças à disponibilidade permanente e empenho de todos os profissionais da Farmácia Gil Gameiro. “Por exemplo, fazemos rastreios à diabetes, dirigidos a toda a população, com o conhecimento da médica que dá consulta no Posto de Saúde”, aponta o farmacêutico. “No ano passado detetámos dois jovens, que não tinham a sua diabetes diagnosticada”, salienta Humberto Gameiro.

As ações implementadas pela equipa da Farmácia Gil Gameiro são comunicadas ao Posto de Saúde, cuja médica também recebe os resultados dos testes realizados à população. Um trabalho que é reconhecido pela estrutura de Saúde, o que deixa satisfeito Humberto Gameiro “é gratificante sermos reconhecidos pelo nosso contributo para a promoção na saúde e prevenção da doença”.

O trabalho de promoção da saúde em Gondemaria não se esgota nos rastreios dirigidos a condições muito prevalentes, como as doenças metabólicas ou cardiovasculares. Há oito anos, para comemorar o primeiro aniversário da farmácia, Humberto Gameiro e a sua equipa organizaram não um dia, mas um “mês de aniversário”, que se tem repetido desde então todos os anos, com a organização das “Noites da Farmácia”, encontros com a população para a difusão de informação útil em diferentes áreas-chave da promoção da saúde. Este ano a Diabetes vai ser o tema em destaque “dado o aumento muito significativo de vendas de antidiabéticos que temos vindo a registar”, explicou à nossa reportagem Humberto Gameiro. Os preletores têm sido “arregimentados” das muitas instituições de Saúde da Região, como os Hospitais Universitários de Coimbra e o Centro Hospitalar de Leiria.

GilGameiro3

A logística necessária à realização das “Noites da Farmácia” é garantida pelos próprios profissionais. “Os encontros realizam-se nas instalações da farmácia, com o apoio da Junta de Freguesia e do Lar, que nos emprestam as cadeiras para dar forma ao auditório improvisado.

No âmbito da iniciativa, realizaram-se também ações de informação sobre o pé diabético, com os profissionais da Farmácia S. José, de que Humberto Gameiro também é proprietário, a fazerem as honras da casa. “Fazemos uma troca: os farmacêuticos daqui falam na Memória e os de lá, vêm cá falar. Sendo uma pessoa de fora, as pessoas parece que captam a informação de uma forma diferente”, explica Humberto Gameiro.

Outra ação que contou com “a Prata da casa” foi uma sessão informativa dedicada a problemas ortopédicos, ministrada pelo Irmão de Humberto Gameiro, o Ortopedista Rui Gameiro, do Centro Hospitalar de Coimbra. “Foi um sucesso. A farmácia esteve cheia e o debate e esclarecimento de dúvidas prolongou-se até tarde”, recorda o farmacêutico.

Para além das sessões informativas, a Farmácia também organiza caminhadas, acrescenta o farmacêutico, que confessa, orgulhoso: “organizamos e participamos… envolvemo-nos em tudo o que a comunidade faz”. Um convívio salutar que é aproveitado, também, para avaliação da marcha, recorrendo a equipamento especializado: “É uma plataforma que tira 500 fotografias por segundo, permitindo avaliar o nosso passo: a qualidade do nosso pisar”. Uma informação importante diz, já que “a saúde da nossa coluna depende disso, da forma como nós colocamos o pé. Com esta avaliação conseguimos que algumas das nossas crianças conseguissem «retificar o passo»”, salienta Humberto Gameiro.

Para este mês (junho), está já agendada nova sessão das “Noites na Farmácia”, desta feita dedicada ao tema “A importância da leitura na depressão”, uma ideia nascida após a leitura de uma obra assinada por um amigo, Joaquim Santos, na qual se evidencia a importância da leitura como atenuante da solidão, explicou ao nosso jornal Humberto Gameiro.

Formação contínua: um impertativo

Com dois farmacêuticos e uma ajudante técnica de farmácia, a Farmácia Gil Gameiro tem investido forte na área da formação pós-laboral principalmente via e-learning. “Porque evita as deslocações, sempre complicadas por sermos poucos”, justifica Humberto Gameiro, que destaca de entre a oferta formativa, as ações proporcionadas pelos laboratórios Pfizer.

GilGameiro2

Os webinares propiciam atualização em áreas muito relevantes, com a vantagem de não obrigarem à deslocação dos formandos e ainda a possibilidade de, caso não seja possível participar no dia e hora agendados, podermos aceder aos conteúdos formativos através da plataforma Pfizer Farma, disponível na internet.

Para além da variedade e relevância dos temas abordados na área da saúde, Humberto Gameiro destaca as ferramentas proporcionadas pela Pfizer nas áreas da Gestão e do Marketing.

Grupo Única: a importância das parcerias

Completa-se em junho um ano que a Farmácia Gil Gameiro aderiu ao Grupo Única, uma consultora que presta serviços a 82 farmácias de oficina particularmente no Norte e Centro e no Algarve. “É muito mais do que uma central de compras”, começa por explicar Humberto Gameiro. É uma empresa de consultoria com uma componente estratégica muito importante, que oferece soluções de gestão e marketing, que permitem uma melhoria muito significativa nos procedimentos de gestão e venda. Todos os meses é-nos disponibilizada informação que nos permite melhorar a rentabilidade”, testemunha. “Outra dimensão muito valorada pelo Grupo Única é a da importância dos parceiros, de entre os quais se destaca a Indústria Farmacêutica, e do cumprimento dos compromissos que assumimos com eles… E a transparência. “Por exemplo”, aponta Humberto Gameiro, “sempre que uma farmácia adere ao Grupo ou o abandona, somos informados. Assim como temos acesso aos acordos firmados com as empresas farmacêuticas”, acrescenta.

Quanto à crise que afetou o setor, marcada pela redução das margens de lucro e do volume de vendas, fruto da redução dos preços, Humberto Gama reconhece que a Farmácia Gil Gameiro não passou incólume. “Foram tempos difíceis para todos, diz, para logo rematar: “fez com que nos tornássemos mais rigorosos do que já éramos, o que nos permitiu subsistir. Sempre com cuidado particular na gestão de stocks, comprando sempre em função das necessidades”, testemunha o farmacêutico.

 

MMM

PP-TRS-PRT-0241

 

ler mais

RECENTES

ler mais