9 Set, 2021

Enxaqueca: a condição incapacitante para a vida do doente

A MiGRA Portugal procura desmitificar a condição que afeta de modo significativo a qualidade de vida dos seus portadores.

No âmbito do Dia Europeu de Ação na Enxaqueca, assinalado a 12 de setembro, a MiGRA Portugal – Associação de Doentes com Enxaqueca e Cefaleia vai lançar uma série de podcasts e infografias, com o propósito de impulsionar e dar visibilidade a esta condição incapacitante para a vida dos doentes.

“Desmitificar a enxaqueca, dissipar mitos e tornar transparente o quotidiano difícil de quem sofre desta condição” é o principal objetivo da associação que há dois anos representa os seus portadores a nível nacional. É, neste sentido, que, durante o mês de setembro, a MiGRA ambiciona promover vários projetos que alertam para a enxaqueca e cefaleias.

Disponíveis nas redes sociais, a associação, em comunicado, confirmou o lançamento de três infografias e uma série de seis podcasts, para que, “através de uma comunicação gráfica e apelativa, própria dos nossos dias, se desfaçam mitos e se divulgue a verdade sobre a enxaqueca”. Já em outubro, será realizado um webinar que procurará promover um debate de temáticas inerentes à condição e ao quotidiano de quem a vive diariamente.

“Estamos empenhados em mostrar qual a realidade das pessoas que vivem com a enxaqueca e cefaleias e combater a desinformação. Desmitificar a enxaqueca é uma prioridade e a base do nosso trabalho”, afirmou a presidente da MiGRA Portugal, Madalena Plácido.

Além destes projetos, a associação tem procurado promover várias iniciativas que ambicionam acompanhar e apoiar os seus associados, através da criação de “grupos privados de apoio e partilha, em que os doentes encontram as suas experiências na voz de outros que, como eles, sofrem com esta condição e, na partilha de vidas e de dificuldades, recebem o apoio e a compreensão dos seus pares, o que se provou ser um forte suporte na vida destas pessoas”.

Do mesmo modo, também foi criada uma “linha permanente de apoio ao doente de enxaqueca e cefaleia, através da qual os associados podem esclarecer dúvidas e receber o apoio necessário, sendo atendidos por uma farmacêutica com formação específica na área”.

ler mais

RECENTES

ler mais