Entrevista. ID Clinical Cases promove discussão interdisciplinar em três grandes áreas

A MSD Portugal está a promover a 1.ª edição do ID Clinical Cases, uma iniciativa que tem como objetivo recolher, selecionar e divulgar, junto da classe médica nacional, os melhores casos clínicos, em três áreas de interesse: Infeção por bactérias de Gram negativo multirresistentes, Doença Hepática e Infeção por Citomegalovírus (CMV).

A partir de uma plataforma digital única (www.idclinicalcases.pt), que permite a submissão de casos clínicos por área de interesse, os profissionais de saúde interessados poderão submeter o seu caso até ao dia 13 de dezembro.

Em entrevista ao SaúdeOnline, a diretora médica da MSD Portugal, a Drª. Paula Martins de Jesus, refere que a “discussão multidisciplinar visa melhorar os cuidados de saúde prestados aos doentes”.

 

Dadas as suas especificidades, existe uma necessidade crescente de abordar o estado de arte dos cuidados de saúde prestados no âmbito da Infeção por bactérias de Gram-negativo multirresistentes, da Doença Hepática e da Infeção por CMV.

No que diz respeito à Doença Hepática, Paula Martins de Jesus refere “a sua natureza, muitas vezes assintomáticas, pode levar a diagnósticos tardios, sendo muitas vezes detetada já numa fase de descompensação”. “Tendo em conta que muitas destas causas são preveníveis, torna-se particularmente importante partilhar experiências e conhecimento”, sublinha.

Já em relação à Infeção por CMV, a especialista lembra que existem grupos em que a infeção pode ser grave, como nas grávidas, recém-nascidos ou nos “doentes com imunidade comprometida, especialmente nos doentes submetidos a transplante de medula óssea ou com infeção por VIH”.

Por último, Paula Martins de Jesus alerta que, “se nada for feito, em 2050, morrerão 10 milhões de pessoas por ano, em todo o mundo, por infeções causadas por bactérias multirresistentes. Num país como Portugal, em que a média de infeções por bactérias multirresistentes é muito superior à média europeia, é de especial importância recolher evidência, fomentar o debate”.

Neste sentido, a MSD, através deste projeto pioneiro, desenvolvido em parceria com diversas sociedades científicas, pretende estimular a partilha de conhecimento teórico e prático e a discussão multidisciplinar entre especialistas, promovendo, desta forma, o aperfeiçoamento dos cuidados de saúde prestados aos doentes.

A avaliação e seleção dos casos clínicos será feita de forma independente pelo Comité Científico de cada uma das áreas, tendo em consideração critérios como a pertinência do caso clínico; a sua originalidade; o rigor científico; o impacto que o caso clínico tem no conhecimento da comunidade médica e nos cuidados a prestar aos doentes e o raciocínio clínico.

Deste modo, a avaliação dos casos relacionados com a Doença Hepática estará a cargo dos especialistas: Prof. Doutor Armando Carvalho, Prof. Doutor Guilherme Macedo, Dra. Liliana Carvalho, Dra. Paula Peixe e Prof. Doutor Rui Tato Marinho. No que diz respeito à Infeção por CMV, o Comité Científico será constituído pela Dra. Ana Lebre, pelo Prof. Doutor Aníbal Ferreira e Prof. Doutor Manuel Abecasis. Por fim, a avaliação e seleção dos casos clínicos relacionados com Infeções por bactérias de Gram-negativo multirresistentes será da responsabilidade dos especialistas: Dra. Cláudia Nazareth, Dra. Ernestina Reis, Prof. Doutor Filipe Froes, Dr. Paulo Mergulhão e Prof. Doutor Pedro Póvoa.

ler mais

RECENTES

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ler mais