23 Mai, 2018

Dermatologistas debatem atualidade das doenças da pele em Portugal a 25 e 26 de maio

Os estudos da carga global da doença colocam as doenças de pele como 4ª causa de doença não-fatal, logo a seguir às dores de costas, depressão major e anemia. O presidente da Sociedade Portuguesa de Dermatologia realça que “é muito importante a partilha e a troca de impressões".

De 25 a 26 de maio, no Grande Hotel do Luso, os dermatologistas nacionais vão debater a atualidade das doenças da pele em Portugal, na “Reunião da Primavera”, organizada pela Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia (SPDV).

Os estudos da carga global da doença (Global Burden of Disease) colocam as doenças de pele como 4ª causa de doença não-fatal, logo a seguir às dores de costas, depressão major e anemia. Sabe-se hoje que as doenças de pele não diagnosticadas e não tratadas conduzem a estados de depressão e grave impacto no bem-estar das pessoas.

António Massa, presidente da SPDV, afirma que “é muito importante a partilha e a troca de impressões respeitantes à profissão. São estas reuniões que nos permitem um maior contato com o que vai acontecendo no Pais e, portanto, nos habilitam a servir melhor os nossos doentes.”

Com estas reuniões a SPDV demonstra que “se há doença na pele, o especialista é o dermatologista. O dermatologista é o profissional de saúde especializado em todos os assuntos relacionados com a pele, sendo ao dermatologista que a população deve recorrer quando se depara com problemas da pele”, reforça António Massa.

As doenças da pele são muito frequentes e atingem uma grande parte da população portuguesa nas suas mais diversas formas e é sobre elas que se centrarão as sessões.

COMUNICADO

ler mais

RECENTES

ler mais