26 Nov, 2021

Covid-19. Vacinação terá evitado a morte de quase 500 mil pessoas a partir dos 60 anos na Europa

Em Portugal, a estimativa de óbitos evitados com a administração da vacina contra a covid-19 é de 14.222.

Em menos de um ano, a vacinação contra a covid-19 evitou a morte de quase 500 mil pessoas com 60 ou mais anos em toda a Europa, incluindo Portugal, apurou um estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS) Europa e do Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças (ECDC).

Especificamente em Portugal, a administração de vacinas contra a infeção provocada pelo SARS-CoV-2 terá prevenido a morte de 14.222 dentro desta faixa etária.

De acordo com a análise, divulgada pela publicação Eurosurveillance, do ECDC, o número esperado de mortes por covid-19 na faixa etária avaliada caiu para metade graças à vacinação (incluindo em Portugal, onde diminuiu 54%). Mais de metade destes óbitos que terão sido evitados com a administração das vacinas sucederam nos idosos com idade igual ou superior a 80 anos.

Recorde-se que, desde o início da pandemia, o continente europeu soma mais de 1,5 milhões de mortes por covid-19. 90,2% do total de óbitos ocorreu em pessoas com 60 ou mais anos, indicam em comunicado conjunto a OMS Europa e o ECDC.

A pandemia da covid-19 provocou, em todo o mundo, pelo menos 5.173.915 mortes, entre mais de 258,92 milhões de infeções, segundo o mais recente balanço da agência noticiosa AFP.

LUSA

ler mais

RECENTES

ler mais