18 Fev, 2021

Campanha “Fast Heroes 112” quer sensibilizar um milhão de crianças para o risco de AVC

Campanha da Organização Mundial de AVC, com o apoio da Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral e Iniciativa ‘Angels’, quer sensibilizar um milhão de crianças para o risco do acidente vascular cerebral.

A iniciativa mundial “Fast Heroes 112” quer educar e sensibilizar um milhão de crianças para o acidente vascular cerebral (AVC), de modo a reconhecerem os principais sintomas e a necessidade de ação rápida.

A Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral-AVC (SPAVC), que tem por objetivo prevenir e reduzir a mortalidade, morbilidade e incapacidade devido ao AVC, está encarregue desta campanha em Portugal e, em comunicado, explica que a ação está focada nas crianças entre os 5 e os 9 anos, tem como tema os “super-heróis”, e pretende incentivar à partilha do conhecimento dos mais novos com a família, sobretudo com os avós.

A iniciativa tem dois objetivos principais: “Melhorar o reconhecimento dos sintomas mais frequentes do AVC e ensinar à população geral que o AVC é uma emergência”, de acordo com o presidente da direção da SPAVC José Castro Lopes, citado no comunicado.

“Infelizmente, estes objetivos não são fáceis de alcançar, uma vez que a idade média de pessoas que passam por um AVC é de 70 anos, o que dificulta o alcance de campanhas de ‘awareness’ [sensibilização]. Como tal, esta iniciativa procura chegar ao maior número de crianças, tendo como objetivo muni-las de conhecimento, tornando-as num veículo de educação para os seus familiares” esclareceu.

A falta de reconhecimento dos sintomas do AVC pode levar a que os doentes não cheguem a tempo ao hospital, por isso a SPAVC quer alertar para a necessidade de uma ação rápida em Portugal, onde o AVC é a principal causa de morte.

“Se as pessoas souberem reconhecer os sinais de alerta do AVC, os chamados 3 F (falta de Força num braço, desvio da Face e dificuldade na Fala) e, perante o aparecimento de um deles, acionar de imediato o 112, será possível encaminhar os doentes rapidamente para os hospitais capazes de administrar os tratamentos adequados”, reforçou o responsável no comunicado.

Além do foco na educação, a SPAVC está a tentar bater um novo recorde mundial no ‘Guiness’ com o maior álbum ‘online’ de pessoas com máscaras de super-heróis. Os participantes podem enviar diferentes fotos para o site oficial – https://recordattempt.fastheroes.com/pt/ – da Associação sem fins lucrativos.

A campanha “Fast Heroes 112”, ativa em escolas de mais de vinte países, termina em março e conta com o apoio da Organização Mundial de AVC, da Sociedade Portuguesa do AVC e da Iniciativa ‘Angels’.

 

Notícias relacionadas:

ler mais

RECENTES

ler mais