2 Abr, 2020

Algarve tem 6 mil testes para rastrear todos os lares da região

Testes são suficientes para cobrir toda a rede de lares de idosos da região, num programa preventivo que pretende detetar atempadamente os casos positivos.

A recolha teve início esta terça-feira (31 de março) e pretende “garantir que todos os idosos e funcionários dos mais de 90 lares algarvios sejam testados para a covid-19”, afirmou à Lusa uma das responsáveis do Centro Académico de Investigação e Formação Biomédica do Algarve (ABC).

Isabel Palmerim revelou que o centro vai garantir o fabrico dos reagentes necessários, das zaragatoas – numa parceria com uma empresa algarvia -, a recolha das amostras e a realização dos testes laboratoriais.

“Vamos começar pelos funcionários, porque são quem faz a ligação entre a rua e o lar e pelos utentes que apresentem sintomatologia ou que façam terapêuticas que os tornem especialmente vulneráveis”, explicou.

À margem de uma visita de membros do governos às instalações do centro na Universidade do Algarve, a investigadora e professora universitária revelou que devem levar “umas quatro semanas”, para fazer os 6000 testes já que “poderá haver a necessidade de repetir os testes a alguns utentes”.

O Centro de Investigação em Biomedicina (CBMR) da Universidade do Algarve iniciou hoje a realização de análises para o diagnóstico da covid-19, podendo realizar, numa primeira fase, 40 por dia.

SO/LUSA

 

Notícias Relacionadas:

Realizar testes como medida isolada pode levar a “uma falsa segurança” – DGS

“Resultados negativos podem dar uma falsa segurança e podem fazer relaxar”, alerta a diretora-geral da Saúde.

 

Governo realiza a partir de hoje testes de despiste nos lares

Operação de testes de despiste da covid-19 começa nos concelhos de Lisboa, Aveiro, Évora e Guarda, estendendo-se depois ao resto do país.

 

Alguns testes rápidos só detetam anticorpos sete a 10 dias após infeção

O presidente do Instituto Ricardo Jorge alerta que é necessário ser criterioso no tipo de teste escolhido para detetar casos positivos.

ler mais

RECENTES

ler mais