6 Jul, 2021

Alergias e Vacinação. SPAIC lança guia que esclarece todas as dúvidas

Com o propósito de esclarecer as questões mais comuns associadas às alergias e a vacinação contra a covid-19, o novo guia está atualizado com a mais recente informação e de acordo com as diretrizes da DGS.

No âmbito do Dia Mundial da Alergia, que se assinala a 8 de julho, a Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC) lançou um guia que procura esclarecer todas as dúvidas em relação à vacinação contra a covid-19 e a ocorrência de várias reações alérgicas, à luz do conhecimento atual e das diretrizes da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Sendo uma iniciativa conjunta da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Organização Mundial da Alergia (OMA), o Dia Mundial da Alergia “procura alertar a população para a importância do diagnóstico e tratamento devido das doenças alérgicas”, uma vez que se estima que 50% dos europeus padece de algum tipo de patologia alérgica e que cerca de um terço dos portugueses sofrem de alergias.

No entanto, tendo em conta o contexto pandémico atual, o seguimento adequado de muitos doentes, já diagnosticados e por diagnosticar, foi comprometido, através da escassez de acesso às consultas de especialidade e à realização de exames essenciais para o diagnóstico. Neste sentido, esta falta de cuidado, numa época em que é típico o seu agravamento, promove o surgimento de questões associadas não só às patologias, mas à sua associação com a vacinação contra a covid-19.

Ao longo de 2021, “a SPAIC emitiu um conjunto de recomendações específicas para cada patologia alérgica” e, tendo em conta o “avanço da vacinação” e a insurgência de várias dúvidas, a sociedade “acaba de emitir um guia de perguntas e respostas”, o qual procura “esclarecer as dúvidas sobre reações alérgicas às vacinas contra a covid-19”, explicam em comunicado.

“No seguimento de notícias acerca de reações alérgicas graves após a vacinação, é compreensível que a população geral e os profissionais de saúde apresentem dúvidas quanto à segurança das mesmas”. Assim, tal como confirmam, “este documento tem como objetivo principal tentar esclarecer algumas das dúvidas mais frequentes”, fomentando a continuação de uma campanha de “vacinação rápida, eficaz e segura”.

ler mais

RECENTES

ler mais