3 Jan, 2020

Terceiro caso numa semana. Casal de médicos foi agredido em Setúbal

Paciente reagiu com violência a uma espera de 4 horas na urgência. Agente da PSP teve de intervir.

Um casal de médicos foi agredido no Hospital de São Bernardo, em Setúbal, por um doente que terá esperado cerca de quatro horas para ser visto. O caso aconteceu no último dia do ano, avança o Jornal de Notícias.

O agressor, sexagenário, começou por ameaçar a médica que terá depois pedido auxílio ao marido, clínico do mesmo hospital.

O casal acabou por ficar sequestrado dentro do gabinete. Depois dos insultos, o paciente passou à violência física e atirou-lhes com mesas e cadeiras. O médico terá entrado em confronto com o utente, até que o agente da PSP de serviço no hospital interveio, arrombando a porta.

Este é o terceiro caso tornado público no espaço de uma semana, depois da agressão a uma médica (também em Setúbal) e da violência exercida sobre um médico de clínica geral, em Moscavide, também a 31 de dezembro.

SO

ler mais

RECENTES

ler mais